28 dezembro 2005

«quanto mais me bates...»

Reina a completa obtusidade na campanha eleitoral de Mário Soares e do PS. Agora, como já não fosse suficiente o efeito Alegre, todos os dias os seus responsáveis parecem empenhados em aumentar a votação de Cavaco Silva. Sempre que alguém afirma ou insinua que o putativo futuro Presidente da República se irá intrometer nos assuntos do governo, está a dar uma alegria a milhões de portugueses.
Se os marketeiros do PS ainda não perceberam que o que os portugueses estão à espera, desde a morte de D. Sebastião, é de alguém que «ponha isto na ordem», este governo ou outro qualquer, ainda não entenderam bem como funciona este país.
Na noite das eleições irão provavelmente compreender.

3 comentários:

Vasco disse...

Com que então, um candidato que dá o dito por não dito. Frouxo...
Cavacalmente obediente aos marqueteiros, irá de degrau em degrau auto apeando-se das escadas do poder. Há tipos assim, que não nasceram para se afirmarem com convicção. Saberá o seu homem o que isso é?

fvaz disse...

O que os marketeiros do PS ainda não se lembraram foi de chamar mentiroso a Cavaco. Neste episódio o que é grave é que cavaco diz que não disse o que todos sabemos que disse. E isso só tem um nome: mentir.

Era como se agora o Manuel Alegre viesse dizer que nunca disse que dissolvia a AR se privatizassem a distribuição da água.

Joao disse...

BASTA! Não foi o Marocas que disse? Pimenta na lingua por esta e por muitas outras