22 dezembro 2015

o melhor Serviço de Saúde do mundo...

... não tem neurocirurgiões ao fim de semana porque a equipa médica se recusa a trabalhar pelo valor que o Estado paga.

Sem comentários

5 comentários:

sampy disse...

Fosse eu familiar do falecido e era desta que pegava na caçadeira.

Anónimo disse...

Como noutras áreas, sem autoridade nada funciona bem. Tenho de certeza certa que os mais experientes, os chefes, nada ensinam aos novos. Por medo da concorrência, quer na pública área, quer na privada. Quando um ferrador não ensina ao aprendiz como pregar uma ferradura, está tudo dito sobre este país e sobre a falta de qualidade.
Tive Mestres que não tinham medo de ensinar.

Anónimo disse...

Quem acha que é mal pago, muda de emprego e de patrão.

Anónimo disse...

Os médicos que atenderam o David Duarte acharam normal dizer à família que ele tinha uma hemorragia cerebral mas que só podia ser operado daí a três dias. Repito, uma pessoa com uma HEMORRAGIA CEREBRAL entra no hospital e ninguém se lembrou de mandar vir de emergência o tipo que não pode trabalhar ao fim-de-semana porque não há dinheiro. Depois logo se via como é que lhe pagavam, mas o rapaz com uma emergência da daquelas é que não podia ficar pendurado, senão não resistia!

Desculpem, bardamerda com as desculpas! Agora toda a gente se escuda nos "cortes cegos" e a culpar o governo anterior, quando o problema é que o rapaz não tinha cunha e por isso ninguém quis saber! Já andam a meter o Paulo Macedo ao barulho numa questão que é da única responsabilidade dos médicos do Hospital de São José. Os "cortes cegos" têm as costas largas!

Antonio Cristovao disse...

A treta que é permanentemente espalhada pela ordem dos médicos, serve unicamente, para desinformar. Nesse dia havia neurocirurgião em varios hospitais públicos de Lisboa. Devem é ser responsabilizados os pulhas que não fizeram o que é lógico, ir ao encontro do cirurgião ou traze-lo a onde é preciso.
Por estes acontecimentos, e os comentarios feitos, percebe-se porque a Suecia é um país bem governado e Portugal é um feudo de interessas particulares.