12 setembro 2015

emotibooks

EMOTIBOOKS - Neologismo

Mídia e redes sociais especializados na exploração das emoções e dos sentimentos da populaça. Operam substituindo o racionalismo pelo emocionalismo (Ayn Rand) e pelo imediatismo. Não contextualizam os problemas, não analisam as consequências, não avaliam os riscos. Misturam alhos com bugalhos, corrompem a linguagem, e chegam a mentir descaradamente.
Para quê? Para conquistarem "apoios por impulso", acenos de cabeça, palmas e "likes".

Em Portugal, todos os canais de TV, todas as rádios noticiosas, e todos os jornais de grande circulação, são EMOTIBOOKS. São lixo tóxico.

7 comentários:

Rui Alves disse...

Este post merece um like :-)

Euro2cent disse...

Eh pá, isso tudo é detestável, fico cá com uma raiva quando as pessoas não são racionais como a Ayn Rand ...

Só deviam dar o direito a voto a pessoas certificadas pelo Instituto do Objectivismo.

Aí sim, é que isto entrava tudo nos eixos, e viviamos todos vidas ricas e regradas como a própria Ayn Rand, que foi um exemplo para todos nós, e espalhava a paz e concórdia por todo o lado onde ia, ao contrário de miseráveis seitas emocionais dos que não seguem (ou seguem mal) os seus ensinamentos.

Viva a camarada Ayn Rand!!! Morte aos heréticos!!!

Euro2cent disse...

(Esqueci-me de perguntar: Recomenda a tendência Peikoff, ou a linha Branden? Se calhar não estou a par dos últimos desenvolvimentos e já há alguma interpretação mais genuína das escrituras ... Depois uma pessoa engana-se nos heréticos a abater, e é embaraçoso, fica como aqueles tipos que andam aí a unir a esquerda quando não lêem a última circular.)

zazie disse...

eheheh

(só para mandar este ehehe vou ter de escolher não sei quantas placas de rua, pipocas, doces, amendoins e laranjas)

Antonio Cristovao disse...

e não só; lendo certos blogs, fica-se com a sensação que muito cretino, faz da mentira uso, se lhe calhar para o que quer provar.

Harry Lime disse...

A Ayn Rand é a tipa mais emocional do Mundo! Tudo aquilo é romantismo adolescente exacerbado e não resiste a uma análise minimamente racional (e aqui "racional" não significa "xuxa" ou marxista significa apenas racional).

E os livros dela são uma seca. Tirando as cenas de sexo que são altamante!

Rui Silva

Harry Lime disse...


Jaquim,

Misturar Ayn Rand com racionalismo é o quê, senão "não contextualizar os problemas", "misturar alhos com bugalhos", "corromper a linguagem" e mesmo "mentir descaradamente"?

Rui Silva