11 setembro 2015

A Jordânia e a Turquia recebem centenas de milhares de refugiados enquanto os países europeus não recebem nenhum

Há neste tipo de comentários uma tremenda falácia. Na Europa jamais se aceitaria ter refugiados a viver nas condições em que vivem os refugiados sírios na Turquia ou na Jordânia. Ter centenas de milhares de pessoas a viver naquelas condições seria um suicídio político para qualquer líder da União Europeia. É este nível de exigência da opinião pública que torna impossível a qualquer país europeu receber tantos refugiados como a Turquia

8 comentários:

zazie disse...

Pois dá-me ideia que a Grécia já tem de aceitar, a Hungria, idem e já lhes chamam animais por serem obrigados a aceitar.

Portanto, não sei de onde vem esse jamais, agora que o precedente de deixar entrar tudo à molhada está aberto.

zazie disse...

Tudo o que quer e tem posses para poder entrar.

zazie disse...

By the way- compare-se essa fotografia com esta:

http://greece.greekreporter.com/files/metanastes_astinomia_kentro_skoupa_aftodioikisi.jpg

Atenas...

zazie disse...

http://media.worldbulletin.net/news/2015/08/14/aus.jpg

Austria

zazie disse...

http://cphpost.dk/wp-content/uploads/2015/07/5918017660_f164f3becf_o-630x390.jpg

Dinamarca

zazie disse...

Suécia:

http://www.jihadwatch.org/wp-content/uploads/2014/05/Muslims-in-Sweden.jpg

Estes já estão integrados.

zazie disse...

Macedónia:

http://images.hngn.com/data/images/full/123919/macedonia-police.jpg

Estes estão-se a integrar.

Pedro Cunha disse...

E ainda há outra Carlos: Turquia e Jordânia "recebem" refugiados porque são países que fazem fronteira com a Síria. Caso não fizessem, demonstrariam a boa vontade dos Europeus? É uma superioridade moral que neste momento lhes é indevida.