18 setembro 2014

na tenra idade

Se você amputar a linha horizontal da sua parte direita a partir do centro, então o liberalismo é de direita, o nazismo e o fascismo também, embora ambos à esquerda do liberalismo.

(Mussolini, o fundador do fascismo, era um dissidente do partido socialista que, tal como todo o socialista, procurou organizar a sociedade a partir do Estado. Quanto ao partido nazi de Hitler, o seu nome não deixa dúvidas a ninguém: Partido Nacional-Socialista).

Mas isto só é assim porque você decidiu amputar a parte direita da linha horizontal e ver o mundo como se o catolicismo não existisse. Na verdade, nas universidades (faculdades de economia, direito, etc.) discute-se o liberalismo e o socialismo - isto é, em ambos os casos: protestantismo -, mas o pensamento social católico nunca é discutido. É como se não existisse.

(Em termos práticos, isto significa que os países de grande influência protestante como os da América do Norte e do Norte da Europa não ligam nada aos países católicos e à sua cultura ou maneira de viver - é algo que não lhes interessa e de onde nada pode vir de interessante, é coisa para esquecer).

Esta amputação da realidade é uma das características da esquerda, mais vincada no socialismo do que no liberalismo. O Papa Bento XVI referindo-se ao pensamento do Kant (o primeiro teórico do socialismo) disse que ele fazia uso de uma razão amputada.

E por que é que a esquerda (socialista ou liberal) amputa a razão, por que é que ela pensa sempre em termos partidários ou sectários, e se mostra incapaz de pensar em termos comunitários, como faz o catolicismo?

Para responder vou de volta a uma analogia que dei anteriormente (um homem de direita pensa por analogia, ao passo que um homem de esquerda pensa por dialogia, que significa separação, exclusão ou amputação). A primeira seita protestante (luterana) mais não é do que um grupo de irmãos (liderados por Lutero) que se separa da família ou comunidade (Igreja Católica).

Ora a Igreja Católica tem um pai (Papa) que pensa em termos de toda a comunidade (que é o significado da palavra Igreja), e não em termos deste ou daquele grupo ou seita - um pai que pensa em termos do bem comum.

Ora, o grupo de irmãos não tem lá no meio esta figura. Para se pensar em termos comunitários é preciso em primeiro lugar presidir a uma comunidade, e é isso que o Papa faz (como de resto faz o vulgar pai de família). O grupo de irmãos é um grupo de adolescentes, que pensam em função dos seus interesses ou das suas ambições de poder, mas jamais em termos do bem-comum.

As ideologias - seja a liberal seja a socialista - são sistemas de pensamento de adolescentes, ou de jovens adultos. Lutero e Calvino nunca tinham  presidido a uma comunidade quando se revoltaram contra a Igreja. Eram jovens adultos na tenra idade dos 30 anos. ( O Papa Francisco, a propósito da sua própria pessoa, referiu-se recentemente à "louca idade dos 30 anos").

8 comentários:

marina disse...

ora então , a proposito

http://www.religionenlibertad.com/articulo.asp?idarticulo=37572

...en España todos los medios de comunicación “generalistas” que analizan la situación política y económica, tanto nacional como internacional, lejos de explicar la realidad con criterios católicos, lo hacen con criterios por completo ajenos, cuando no adversos, ....

Anónimo disse...

"(Mussolini, o fundador do fascismo, era um dissidente do partido socialista que, tal como todo o socialista, procurou organizar a sociedade a partir do Estado. Quanto ao partido nazi de Hitler, o seu nome não deixa dúvidas a ninguém: Partido Nacional-Socialista)"

É pena a maior parte das pessoas não ter consciência disto (pensam exactamente o oposto).

Já no post anterior do PA o melhor estava entre parêntesis "(A primeira característica do socialismo é a de querer organizar a sociedade a partir do colectivo - o Estado -, ao passo que o liberalismo a organiza a partir do indivíduo e o catolicismo a partir da família)"

Filipe

Zephyrus disse...

Parece que as mulheres decidiram o futuro da Escócia... dentro do Reino Unido.

jorge gaspar disse...

"Se você amputar a linha horizontal da sua parte direita a partir do centro, então o liberalismo é de direita, o nazismo e o fascismo também, embora ambos à esquerda do liberalismo."

Se você pegar na linha horizontal e lhe chegar lume, desaparece tudo. Esquerda e direita unem-se numa linda bola de fumo.

"Esta amputação da realidade é uma das características da esquerda, mais vincada no socialismo do que no liberalismo. O Papa Bento XVI referindo-se ao pensamento do Kant (o primeiro teórico do socialismo) disse que ele fazia uso de uma razão amputada"

Linha amputada, razão amputada. Espectáculo!! prémio Nobel pró Arroja já

jorge gaspar disse...

"Para responder vou de volta a uma analogia que dei anteriormente (um homem de direita pensa por analogia, ao passo que um homem de esquerda pensa por dialogia, que significa separação, exclusão ou amputação)"

Um homem que esteja no meio pensa, por trilogia, dai os livros do Dan Brown, já quem pensa por dialogia vive segundo o Pedro Arroja sozinho, excluído e sem uma perna ou um braço, ou ambos.

"O grupo de irmãos é um grupo de adolescentes, que pensam em função dos seus interesses ou das suas ambições de poder, mas jamais em termos do bem-comum."

É preciso ser-se mesmo retardado para se dizer isto. Em que mundo é que este gajo vive?

«As ideologias - seja a liberal seja a socialista - são sistemas de pensamento de adolescentes, ou de jovens adultos. Lutero e Calvino nunca tinham presidido a uma comunidade quando se revoltaram contra a Igreja. Eram jovens adultos na tenra idade dos 30 anos. ( O Papa Francisco, a propósito da sua própria pessoa, referiu-se recentemente à "louca idade dos 30 anos").»

Basicamente refuta-se assim qualquer teoria dada por algum jovem adulto. O que seria o mundo nas mãos deste Arroja? não sei bem, mas seria certamente um lugar bem mais parvo

Rui Alves disse...

Só para recordar: uma das catástrofes que mais desgraçou a nossa nação, com ondas de choque que hoje ainda chegam até nós, foi causada por uma disputa de poder entre irmãos:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_Civil_Portuguesa

jorge gaspar disse...

"Só para recordar: uma das catástrofes que mais desgraçou a nossa nação, com ondas de choque que hoje ainda chegam até nós, foi causada por uma disputa de poder entre irmãos:"

Se calhar não tinham pai

manel z disse...

Sinceramente, não sei que faculdades de economia o Prof. Arroja frequenta, ou em que faculdades lecciona.

Na faculdade de economia que frequentei raramente se ouve falar em socialismo ou em liberalismo.