28 agosto 2014

Guerra II

Ricardo Arroja no Insurgente quer pôr a NATO a defender intransigentemente as fronteiras (re)desenhadas pela URSS. Não foi mesmo para isso que a NATO foi
constituída?

Ou será aquela ilusào de que um dado Status Quo de fronteiras, seja qual for o processo complexo e contraditório que as tenham originado, é agora sim "sagrado" no firmamento da história e deve permanecer agora imutável? Alguma vez o foi? No Kosovo foi?

A Rússia aceitou a secessão de 15 estados que nunca antes na história tinham sido independentes. Em troca, na altura foi formulado o princípio que a Rússia não seria objecto de "encirclement". Mas isso foi precisamente o que foi feito com o expansionismo da NATO e a estratégia de intervencionismo vários nos processos eleitorais (sempre os "institutos pela democracia", palavra de código para neoconservadores em acção), coisa explosiva quando falamos de um estado dividido etnicamente e assim sempre perto de um reavivar de sectarismo.

Nota: O Leste da Ucrânia, território Russo com população Russa, foi oferecido em 1921 por Lenine para cativar Ucranianos no pico (ou fim) da guerra civil, tal como a Crimeia, foi mais tarde oferecida por Kruschev.

60 comentários:

lusitânea disse...

Por isso é que temos os melhores comunistas e idiotas úteis de todas as internacionais.Entregaram também tudo o que tinha preto e não era nosso e andam agora a importar e a nacionalizá-los a eito para fazerem currículo para as futuras entregas de "medalhas Lenine"...

lusitânea disse...

Mas ai de quem diga que não são patriotas...

mujahedin مجاهدين disse...

Valha-nos S. Cristóvão...

O Arroja é maluco. Maluco e ignorante. Ou ignorante e maluco.

É preciso não ter noção de merda nenhuma para escrever o que ele escreveu.

Ah ah ah!

Hão-de dizer ali cobras e lagartos da "esquerda" e do "socialismo" (um bocado como o dr. xuxetivel aqui, antes de se converter em xuxa) mas, como esses, vivem no mundinho deles, cuja relação com a realidade é mera coincidência. No caso, o mundinho é o da geo-política da fanfarronice e do amor a Israel.








zazie disse...

Conclusão: o Arroja tanto pregou que de nada lhe serviu "ver a luz".

Só deixou seguidores da primeira parte, até entre os seus.

Anónimo disse...

Meu caro CN,

Essa lógica, segundo a qual as fronteiras internacionalmente reconhecidas (até pela própria Rússia) não interessam para nada, é impecável...é o caminho certo para o anarquismo. Mas claro, o anarquismo é sem dúvida uma alternativa muito melhor a uma certa lei e ordem!

Enfim, seguindo a lógica expressada neste postal, que se devolvam as 15 repúblicas ex-soviéticas à procedência. Abram já as fronteiras e convidem os convivas russos para umas vodkas. Sem mais demora. Há que corrigir esse erro histórico, que foi a implosão da URSS! Já agora, que se recupere também a figura de Stalin.

Francamente...

ra

Anónimo disse...

Parece-me bem que a Russia não avance mais do que a conta. Hoje é a Ucrania, amanha avançará para outro país qualquer. Os imperialistas, de esquerda ou de direita, nunca param.
.
A Ucrania escolheu ser independente. E é independente que deve ser.
.
Isto dá-me a ideia de como poderão vir a processar-se as coisas no futuro com a UE.
.
E se Portugal um dia quisesse sair da UE e alguns países nos subjugassem à força?
.
Rb

mujahedin مجاهدين disse...

A Ucrânia não escolheu merda nenhuma.

Houve uma revolução colorida, ao estilo primavera árabe, e foi lá posto um governo de oligarcas e nacionalistas que se intitulam neo-nazis mas andavam enquadrados por ucranianos que fizeram serviço militar no exército israelita. E foi tudo pago com dólares americanos. 3 ou 5 mil milhões se me recordo das notícias. Andou lá a Nuland do Dptm. de Estado (a do "Fuck the EU") a distribuir bolinhos aos "protestantes" armados de capacete e escudos com bandeiras dos Otpor profissionais das revoluções.

Foda-se quer dizer, os americanos (a NATO, vai dar no mesmo) podem instalar bases onde querem e lhes apetece e podem deitar abaixo governos que apesar de corruptos (são democracias, afinal) foram eleitos democraticamente, e podem instalar mísseis onde querem.

Mas os russos têm que ficar lá no cantinho deles quietinhos. Ainda que lhes queiram pôr armas mesmo à frente do nariz...

Pois eu tenho notícias para todos: é bom que os gringos comecem a travar a mota.
A Rússia apoia discretamente os tipos no Este da Ucrânia - cuja população é essencialmente russa - mas não invadiu nada. Por enquanto.






mujahedin مجاهدين disse...

A NATO, nomeadamente a França e Polónia é que têm estado a fornecer armas ao governo ucraniano que se viu obrigado a decretar mobilização geral obrigatória porque ninguém quer participar naquela bosta a que chamam operação anti-terrorista, e estão a levar na tromba das milícias separatistas. Aliás, de cada vez que levam na tromba, dizem que a Rússia invadiu. Já é a terceira ou quarta vez.

Porque se e quando a Rússia invadir, acreditem que não vai haver dúvidas. E só duvida disto que nunca se informou da forma como estavam organizadas as forças soviéticas e dos meios que dispõem que deve ser mais ou menos como estão agora. A Rússia ocupa a Ucrânia em horas. Aliás, viu-se como foi a Crimeia. Num piscar de olhos, ficou tudo resolvido.

Na crise dos mísseis de Cuba, os americanos arriscaram a guerra nuclear para impedir a colocação de armas soviéticas lá. E agora toda a gente quer que os russos - que já não são a união soviética - fiquem quietinhos quando lhes querem minar a porta de casa...

Muito serenamente têm eles tratado este assunto e é patente a diferença entre as conferências de imprensa dos palhaços americanos e dos responsáveis russos. Aconselho a ver uns e outros.

mujahedin مجاهدين disse...

E já agora, que é feito das caixas negras do avião da Malásia que foi abatido há uns tempos?

Iam para analisar em Londres e Amsterdão e lá ficaram, pelos vistos...

Isto é uma loucura. Os americanos - ou quem manda neles - são uns filhos da puta. E a escumalha que têm a mandar na Europa é vérmina sem espinha e sem nada.

Se isto dá para o torto, quem paga são os do costume...


Anónimo disse...

Se bem me lembro, depois do colapso da URSS o povo da Ucrania fez um referendo onde votou pela independencia, reconhecida por todos os países.
.
E, portanto, a Russia tem que se ficar mesmo pelas fronterias. Se não se ficar terá de sofrer sanções economicas, politicas e militares condizentes.
.
Rb

Anónimo disse...

Uma boa forma dos russos não terem ideias imperialistas e começar a ocupar paises como quem come cerejas seria colocar na Ucrania forças militares contundentes. Se pisas o traço levas...
.
Há gente que só entende esta linguagem. Putin parece-me ser um desses casos. Se bem que, talvez, preze mais poder continuar a roubar o povo russo tranquilamente e na volta mete a viola no saco porque os seus compichas de saque não devem estar dispostos a perder a fortuna que tem espalhada pelo ocidente.
.
Rb

mujahedin مجاهدين disse...

Olha outro demente...

Mas quem é que tem forças para para isso? Mas estão todos a alucinar ou quê?!

E para além disso, a Ucrânia também tinha um governo democraticamente eleito, na procedência legal dessa independência. Independência essa que não foi reconhecida pela manifesta ingerência americana e bruxelense no golpe de estado que derrubou esse governo.

O povo da Crimeia também fez uma declaração de independência. Igualmente para a República Popular de Lugansk e a República Popular de Donetsk.

A NATO também acordou que não se expandiria para o território das ex-repúblicas soviéticas. Já está na fronteira da Rússia.

Só um alienado, um louco, é podem pensar que tal coisa fosse tolerada por qualquer país. Cambada de dementes...


tric disse...

" O Leste da Ucrânia, território Russo com população Russa, foi oferecido em 1921 por Lenine para cativar Ucranianos no pico (ou fim) da guerra civil, tal como a Crimeia, foi mais tarde oferecida por Kruschev. -"
.
O Ocidente não vale mesmo um tostão furado...Czar Puttin devias logo ter invadido o leste da Ucrania quando foi da recuperação da Crimeia!

Anónimo disse...

Um pano encharcado nas costas do putin e de quem o defende tambem era boa ideia.
.
Mas conte lá, por essa ordem de ideias o Putin deve poder prosseguir sem constragimentos e anexar mais alguns outros países de leste?
.
Um Homem não pode ser um rato. É evidente que existem formas não militares de dissuadir o Putin a novas tentações imperialistas.
.
Será conveniente que o ocidente não perca esta batalha politica, porque se a perder os russos vem por aí adentro paulatinamente a ver se reconquistam o antigo império.
.
Rb

Anónimo disse...

O que os vodkas e os gringos negociaram é lá com eles e não compromete nada a ideia de que coube aos Ucranianos decidir o que queriam para eles próprios. E eles decidiram-se pela Independencia em 1991. Independencia reconhecida e aceite pelo mundo todo e arredores, incluindo a russia.
.
Rb

Anónimo disse...

Ah mas se não baixarmos as calças vem os russos e comem-nos as crincinhas ao pequeno almoço. Isso é o que o Putin quer que os ratos pensem. Na verdade se a Europa e os EUA colocarem barreiras a essa pretensão de Putin, ele dá volta e meia e vai ocupar terras para outras bandas.
.
Rb

mujahedin مجاهدين disse...

Eu não defendo Putin nenhum seu demente!

Qualquer homem digno e avisado da cabeça se oporia a que os maiores rivais do mundo montassem bases militares na soleira da porta!

Ninguém tinha anexado nada antes de começarem com a bosta da Maidan e das revoluções coloridas pagas a dólar.

Ele não é parvo e tratou de acautelar os interesses russos. A Crimeia é um ponto estratégico dominante no Mar Negro e uma das principais bases navais russas. E além disso, foi a própria Crimeia que invocou a protecção russa.
O resto dos ucranianos de Leste revoltaram-se igualmente. São russos. Falam russo. Aliás, uma das primeiras coisas que fizeram estes bacocos que os gringos lá plantaram foi anunciar que iam proibir o russo de ser ensinado na escola. É claro que aquela gente se ia revoltar.

E o resto dos ucranianos para lá caminha. Há inúmeros vídeos na net de oficiais do exército ucranias face a populações indignadas, sobretudo mulheres, a perguntar porque lhes levam os filhos.
O exercito ucraniano está à beira do colapso. E bastaram as milícias de auto-defesa. De certo que recebem apoio russo. Armas, munições e dinheiro.

Mas também a ISIS o recebe da França, RU e EUA. E continua a receber via Síria.


mujahedin مجاهدين disse...

O ocidente.

Ahahaha!

Os russos são hoje em dia mais ocidentais - no sentido de cultura europeia clássica - que a "Oropa" toda junta.

Ganhe juízo na tola.

Não existe "ocidente". Isso é um eufemismo para o império atlantista-sionista.

É um aborto moral o seu "ocidente".

É uma quimera horrenda cuja plutocracia passa a vida a fazer merda e matar e destruir no mundo inteiro enquanto as suas crianças são ensinadas a levar no traseiro na escola e a teoria do "genro".
Mantém as suas populações atrás de uma cortina de ferro mediática enquanto as empobrece constantemente sempre a martelar-lhes que vivem em democracia! Os soviéticos também faziam isso.

É a União Soviética 2.0

O mundo tem destas ironias... o pior é quem as sofre na pele.

Anónimo disse...

«Qualquer homem digno e avisado da cabeça se oporia a que os maiores rivais do mundo montassem bases militares na soleira da porta»
.
Compreendo bem esse argumento. É por causa disso que Israel, volta e meia, tambem se 'opõe' quando o Hamas atinge um nivel de arsenal indesejado.
.
E nesse sentido é bem feito. Se os gringos estiverem a meter arsenal nuclear na ucrania a russia teria legitimo direito a se precaver. Nesse caso eu apoiaria putin se a intervenção que fizesse fosse apenas para demover maiores arsenais.
.
Rb

mujahedin مجاهدين disse...

V. é doido.

Mas que intervenção?!

Mostre-me uma fotografia de tropas russas em operações na Ucrânia!

E desde quando é que a ameaça se restringe a material nuclear?!
Os gringos fizeram merda e mataram milhares e milhares de pessoas pelo mundo fora sem usarem armas nucleares.

Mas mesmo assim, os mísseis interceptores - o chamado escudo anti-míssil - vai dar no mesmo porquanto neutraliza as armas russas. Que direito têm os gringos de o colocar à porta da Rússia sem se dar o mesmo no sentido oposto?

Está-se mesmo a ver os gringos a deixarem os russos instalar defesas anti-míssil em Cuba ou no México, por exemplo... E logo eles cujas defesas anti-aéreas são as mais sofisticadas do mundo.

V. é doido.

Saia da cortina de ferro.

Anónimo disse...

Ainda hoje no telejornal o lider separatista afirmou que estava a ter ajuda da Russia.
.
Mas enfim, aceitar a invasão de um país internacionalmente reconhecido como tal, incluindo o próprio invasor, seria como aceitar que Portugal pudesse invadir as ex-colonias omo Angola, ou a Inglaterra pudesse invadir a India e por aí fora.
.
Não faz sentido.
.
Só faz sentido que a Russia faça pressão militar para que a Ucrania deixe de aceitar ser usada pelos gringos e UE para colocar arsenal militar que possa colocar a russia em causa. Claro que falo em arsenal nuclear. É esse que pode preocupar a russia dada a proximidade.
.
E se isso aconteceu, então deve a Ucrania sair desse jogo e mandar retirar as ameaças para a russia sob condição de não ingerencia futura.
.
Rb

tric disse...

Eu defendo o Puttin ! basta ver a porcaria que o Ocidente fez no Levante e o impacto que teve e tem nas comunidades cristãs do planeta, para perceber que os Ocidentais deviam ser internados num manicómio...os Ocidentais tiveram anos e anos no Iraque e abandonam as comunidades cristas como fizeram...são mesmo atraasados mentais! são os civilizados...

tric disse...

"Ainda hoje no telejornal o lider separatista afirmou que estava a ter ajuda da Russia."
.
ainda hoje!!?? sempre teve...mas a Cristandade Russa ia abondonar as suas comunidades existentes em território ucranio ao mercê dos loucos que ocuparam kiev...

mujahedin مجاهدين disse...

Isto de apontar o argueiro aos outros com um pinheiro manso atravessado na vista é do caraças...

Os gringos estão a dezenas de milhar de quilómetros da terra deles, mas a Rússia é que é imperialista.

A Ucrânia faz o que lhe mandam. Não tem um chavo e veremos como vai ser o Inverno sem o gás russo.

Aliás, vamos ver como vai ser o próximo ano com a Rússia a sancionar as importações de comida da UE.

Gostava de saber, já agora, porque é que os produtores portugueses de bens alimentares, fruta por exemplo, hão-de ver as suas exportações em causa à conta do que fazem os russos na terra deles. E a Ucrânia é terra de russos. Certamente não é de portugueses, espanhóis ou franceses. Muito menos de gringos.

Os espanhóis exportam muita fruta para a Rússia. Estão sancionados à conta da subserviência dos invertebrados que rastejam lá por Bruxelas.



mujahedin مجاهدين disse...

Por enquanto ainda vive tudo no mundo dos ursinhos democráticos.

Mas já têm austeridade. Agora começam a ter sanções para exportar. E não me parece que falta de tacto tenha melhorado. É provável que surjam mais sanções. Falava-se em fechar o espaço aéreo russo às companhias europeias. Ou seja, os preços das passagens aumentarão mais ainda - o pessoal cada vez mais preso...
A Rússia procura formar bloco e tem-no conseguido. A China, Índia e o Brasil (no fundo, toda a América do Sul) pelo menos, estão receptivos.

A cortina de ferro mediática não mostra, mas enquanto o "ocidente" se comporta como se fosse o modelo de tudo, as pessoas não se apercebem que o mundo, o real, que está aí fora, despreza a "Oropa" e abomina os gringos. Vê a "Oropa" como coutada gringa, como propriedade do império atlatista-sionista.

O resto do mundo vê uma entidade imperial, agressiva, militarista, hipócrita e mentirosa.

Uma entidade que invade países com base em mentiras grosseiras sobre armas de destruição maciça e os mergulha no caos, ao mesmo tempo que defende outros que chacinam centenas de crianças numa dúzia de dias.

Esse império está cada vez mais isolado, cada vez menos respeitado e cada vez mais odiado.
E não é o ódio aqui do dr. xuxetível, ao sapato ou à "diferença"; é um ódio concreto, aquele que se tem a quem vem com tanques e aviões dar-nos cabo da vida e matar-nos os filhos.

As "massas" não se apercebem atrás da cortina de ferro. A imprensa não é livre. É o contrário de livre. E nem me espantava que a imprensa soviética fosse mais livre que a que hoje há para aí.
Nesta história da Rússia o contraste é flagrante. E a história do avião abatido foi o pináculo.

É a União Soviética 2.0 e eles aprenderam com os erros.

Anónimo disse...

Putin, amigo, o muja está contigo.
.
Por causa da fruta que exportamos e do gas que importamos.
.
Espero mesmo que os gringos e a ue coloque rapidamente a Russia sob extremas sanções. Isto para evitar uma guerra maior. Toda a gente percebe, excepto os ratos, que a Ucrania será apenas o primeiro de uma série de paises que se seguem ao imperialismo Putiniano.
.
Rb

zazie disse...

Então a cena da Ucrânia, também é por causa dos tampinhas.

Já me tinha querido parecer.

O Morgadinho anda por tudo o qu é blogue a defender a causa i"independentista".

Estava a achar estranho...

Anónimo disse...

Ando?
.
Rb

Anónimo disse...

Sendo falsa a acusação, não deixa de ser vervadeiro objecto. Ainda sou daqueles que acha que a legalidade, o reconhecimento internacional, a vontade dos povos, são principios a respeitar e preservar.
.
Caso contrário passava a defender o regresso de Portugal ao dominio Espanhol ou aos mouros quem sabe, ou mesmo, imagine-se o disparate, a invasão para retomar as colónias ultramarinas.
.
Não faltam argumentos racionais e históricos para levar a bom porto todos esses desideratos. Excepto um: bom senso e a temperança.
.
Rb

Anónimo disse...

«Uma entidade que invade países com base em mentiras grosseiras sobre armas de destruição maciça e os mergulha no caos, ao mesmo tempo que defende outros que chacinam centenas de crianças numa dúzia de dias.»
.
Quer dizer, se forem os gringos a invadir é um mal, se forem os Russos a fazê-lo já é um bem.
.
Gosto desse critério.
.
Rb

zazie disse...

Eu não acusei de nada. Nem sei como alguém pode ser acusado de blogar.

Reparei agora que o motivo é esse.

Como estou a leste de política internacional, se não fosse a tua contenda com o Mujah nem tinha percebido que a cena da Ucrãnia querer voltar aos benefícos captitalistas da mãe-rússia também era coisa em que entravam vantagens para kipahs ou turbantes.

Pelos vistos é.


Nada como farruscos a defender causas daquilo que nem são.

zazie disse...

A Ucrãnia era da Rússia.

Se querem voltar é porque encontram todas as vantagens que o capitalismo oferece.

Que a coisa tenhoa interesses estratégicos mais vastos, pelo vistos, sim.

Que portugueses militem por eles, é que é mais estranho mas clubismo farrusco é sempre assim

Agora escusam é de vir com paleio de legalidade democrática e tretas no género.

As fronteiras não se fazem por decreto, excepto para povos eleitos.

zazie disse...

Mas, já agora, conta lá: o que é que Israel pode perder se a Ucrânia voltar a ser da Rússia?

E o que é que Israel ganha em os ucranianos serem uns pobretanas independentes?

V.s fazem sempre contas a tudo. Não dão ponta sem nó.

Anónimo disse...

«Se querem voltar é porque encontram todas as vantagens que o capitalismo oferece.»
.
Zazie a Ucrania não quer voltar. É ao contrário.
.
O que é que Israel pode perder?
.
Sei lá. Não se trata de Israel. Nem vejo ligação alguma.
.
Tratasse de Putin querer refazer o antigo império da URSS. Só porque lhe apetece e para ganhar mais protagonismo e poder e vai passar por cima das vontades populares e da legalidade internacional... a menos que a NATO aceite a Ucrania ou o 'ocidente' resolve fazer um bloqueio gigantesco à russia que, como sabemos, depende exclusivamente do petroleo e gas.
.
A Ucrania tem uma história com a Russia devido aos Czares e depois à URSS. Mas não é so a Ucrania. São vários os paises nessa situação. A lituania, por exmplo, vem hoje a mostrar preocupação porque provavelmente poderá ser um alvo futuro para o imperio.
.
Ora, A Ucrania é um país independente. Aceite por todos e pelo proprio povo que fez um referendo. Até a Russia assinou o acordo.
.

Rb

Anónimo disse...

Essas teorias de conspiração, onde existirá um qualquer judeus por trás de tudo e mais alguma coisa, é coisa que deixo para o Muja fazer. Ainda que o judeu seja apenas o porteiro da sala de reuniões ele vê-lo-à como a chave para resolver o mistério.
.
Rb

Anónimo disse...

Agora, que os paises e povos de sua livre vontade queiram aderir a uma nova URSS, isso é lá com eles. Não podem é ser esmagados pela Russia para aceitar.
.
Nem me parece que o 'ocidente' vá permitir essas libertinagens de Putin.
.
Rb

Anónimo disse...

Isto era como se Israel, como base na dimensão territorial que já teve em tempos, invadisse parte da Jordania, do Libano, parte do Iraque e parte da Siriae parte do Egipto. As coisas evoluiram e entretanto as fronteiras estabilizaram-se e não faz sentido ter mais do que aquilo que foi acordado, excepto se se justificar a ocupação para efeitos de defesa.
.
Ou então, seria como se Portugal invadisse Angola sob pretexto que já foi seu território.
.
Isto não faz sentido excepto na cabeça de lunáticos.
.
Rb

zazie disse...

Nãosão teorias de conspiração.

É falta de tempo.

Queria apanhar a cena a voil-d'oiseau.

Em tudo o que é contenda entre tu e o Mujah tem de entrar cena de kipah contra turbante e vice versa.

Portanto, nesta entra, de certezinha.

Conta lá o que é que Israel ganha em aquela merda ser canina e viverem todos pobrezinhos e o que pode perder se a Rússia ficar maiorzinha.

A mesma pergunta para o Mujah- o que ganham os turbantes no inverso.

E escusam de me responder com floreados ou tu fazeres a rábula de estares a ser vítima de ódio e de conspiração internacional

":OP

Anónimo disse...

Zazie, sinceramente, não vejo ligação alguma.
.
Rb

zazie disse...

Então porque é que se arranham todos?

egheehe


O CN diz aí uma verdade:

O Leste da Ucrânia, território Russo com população Russa, foi oferecido em 1921 por Lenine para cativar Ucranianos no pico (ou fim) da guerra civil, tal como a Crimeia, foi mais tarde oferecida por Kruschev.

O CN é todo anti-impérios e secessões por metro quadrado e anti-interferência de guardiões.

Tu agora vens com tretas de defender hegelianismos de tratados?

Vai-te catar.

Não sei qual é o motivo, não tenho grande interesse em saber mas cheirou-me a esturro esta contenda com o Mujah todo excitado por um lado e tu todo armado e boquinha pequenina e legalidades de papel, por outro.

":OP

Anónimo disse...

Zazie, vai tu.
.
Rb

Anónimo disse...

Ah bom, se afinal os tratados, a legalidade e a vontade dos povos já não conta então tu, oh Zazie, estás coberta de razão. Lambuza-te, pois, nela e com ela.
.
Rb

zazie disse...

Portanto, há coisa de kipah...

Anónimo disse...

Não, há mesmo somente estupidez.
.
Rb

José** disse...

"Conta lá o que é que Israel ganha em aquela merda ser canina e viverem todos pobrezinhos e o que pode perder se a Rússia ficar maiorzinha." - Zazie

Talvez, é por causa das exportações de gaz para Europa.

Um jornal economico libanês publicou esta recente noticia :

LES OPTIONS D'EXPORTATION DU GAZ ISRAÉLIEN
(...) la découverte d’un gigantesque gisement au large des côtes de Haïfa, baptisé Léviathan,
(...) 1) La construction d’un gazoduc reliant le Léviathan à la Turquie, qui permettrait l’acheminement du gaz vers les marchés turc et européens. Le projet, estimé à 2-3 milliards de dollars, recueille les faveurs de l’américain Noble Energy et de l’israélien Delek, principaux détenteurs des droits d’exploitation des champs Tamar et Léviathan

Fonte (website libanês) : http://www.lecommercedulevant.com/economie/petrole-et-gaz-liban/les-options-d-exportation-du-gaz-israelien/23214

Uma outra fonte (website israelita) para confirmar :
http://jssnews.com/2013/06/23/geogazil/


Cumprimentos a todos.

zazie disse...

hum...

Ok.
Eu sabia que tinha de haver coisa de kipah e turbante.

Já nem vejo o noticiário.

Basta vir à blogo e dar com o Morgadinho da Cubata em disputa com o Mujah para se perceber os interesses que estão por trás destas cenas.

zazie disse...

O CN já os tinha topado:

The Israel Lobby and U.S. Foreign Policy
http://en.m.wikipedia.org/wiki/The_Israel_Lobby_and_U.S._Foreign_Policy


Mas eu mato-me a rir porque este bacano da cubata imagina que ninguém dá por ele disfarçado em "legalista".

Anónimo disse...

Mas tu, oh zazie, tirando as suspeitas conspirativas que te assolam o espirito, diz-me lá: achas bem que a Ucrania, que é um país de direitoe por vontade do próprio povo, seja invadida para anexação pelos russos?
.
È apenas isto que está em questão. O resto não interessa para aferir da razão.
.
Rb

Anónimo disse...

Achas bem ou não achas?
.
Rb

zazie disse...

Acho muito mal .

E acho que devias ir para lá defender as fronteiras e as traseiras.

Com o Averell da Cubata ninguém se mete.

http://static2.milkcapmania.co.uk/Img/Tap's/Lucky%20Luke/300DPI/128-Frères-Dalton.png

Anónimo disse...

Não gosto de meter um meu rico nariz em traseiras alheias. Pede ao Muja que tem-no mais pequeno.
.
Rb

José** disse...

Uma visaão americana sobre o mercado da exportação de gaz para Europa.

The export gas rush is on.
http://www.usatoday.com/story/news/nation/2014/04/07/us-natural-gas-exports-to-begin/7204925/

(...) companies are moving forward with plans to export U.S. natural gas (...) Russia's incursion into Crimea has intensified pressure on the Obama administration to expedite approvals for export facilities. (...) Proponents of U.S. gas exports, including GOP House Speaker John Boehner of Ohio, say they can be wielded as a geopolitical tool. They argue that even U.S. exports to Asia free up global supply that can go to Europe and put pressure on Russia, which is trying to lure customers into signing its own 20-year deals.(cont.) - USA TODAY, Abril 2104

mujahedin مجاهدين disse...

Desta vez não tem nada que ver com turbantes.

Basta olhar para o mapa. A geografia. Nada mais.
Não é por acaso que se diz geo-política.

É ver onde fica a Ucrânia e onde ficam os EUA. E que países têm sido cooptados à NATO ao longo dos anos.

Quanto a histórias de ursinhos democráticos, o governo ucraniano que lá estava antes foi eleito. E estava prestes a receber uma pipa de massa da Rússia (pipa de massa que agora a Oropa tem de pagar) porque estava falido, para além de dever já uma pipa de massa em contas do gás.
Isto é facto que se encontra em qualquer jornal de há um ano para cá.

Quanto a kipahs o que eu sei é isto:

Havia ex-IDF no meio dos protestos Maidan que causaram o golpe de estado
"The ex-Israeli soldier who led a Kiev fighting unit"
http://www.haaretz.com/news/world/1.577114

Um dos maiores oligarcas que agora manda na Ucrânia e maiores apoiantes do tal Euromaidan é um judeu:
http://en.wikipedia.org/wiki/Ihor_Kolomoyskyi

Que é presidente de um tal European Jewish Parliament
http://en.wikipedia.org/wiki/European_Jewish_Parliament

Outros amigalhaços - também judeus, e bilionários, por mera coincidência claro - ucranianos:
http://en.wikipedia.org/wiki/Vadim_Rabinovich
http://www.tabletmag.com/jewish-news-and-politics/155976/ukraines-western-face

Ah, já me esquecia: consta que a ascensão do Vladimiro Putin coincidiu com um movimento no sentido contrário dos oligarcas russos - que por mera coincidência são da mesma comunidade que tem um lobi que não existe. Talvez se encontre aí a razão para certas embirrações...

Mas com ou sem judeus, só um demente não vê o que está em causa.

mujahedin مجاهدين disse...

Quanto à tanga de o Vladimiro querer ressuscitar a união soviética deixo isto:

http://www.theglobeandmail.com/news/world/how-vladimir-putin-helped-resurrect-the-russian-orthodox-church/article16361650/

http://guardianlv.com/2014/03/putin-policies-aim-to-defend-christian-beliefs/

E repito: na união soviética estamos nós.

Anónimo disse...

Ahhhh Zazie hold on your wild horses, aguenta os cavalos, ha realmente possibilidade dos judeus temerem uma nova URSS.
.
É por causa da profecia de Exequiel da biblia acerca do fim dos tempos, Gog e Magog, onde se diz que a destruição de Israel reunificada deverá ser feita por povos do norte, Gog e Magog, com o qual se identifica a Russia.
.
É o fim dos tempos, bolas.
.
Rb

Anónimo disse...

"
De acordo com Ezequiel, Gogue foi derrotado por Deus nas montanhas de Israel. O abate seria tão grande que levaria sete meses para enterrar todos os mortos (Ezequiel 39:11-12).

Gogue e Magogue são mencionados novamente em Apocalipse 20:7-8. O uso duplicado dos nomes Gogue e Magogue em Apocalipse é para mostrar que aquelas pessoas demonstraram a mesma rebelião contra Deus e antagonismo para com
Ele assim como em Ezequiel 38-39.
.
O livro de Apocalipse usa a profecia de Ezequiel sobre Magogue para mostrar os últimos tempos, o ataque final à nação de Israel (Apocalipse 20:8-9). O resultado final dessa batalha é que tudo será destruído, e Satanás será lançado no lago de fogo e enxofre (Apocalipse 20:10).
"
.
Rb

zazie disse...

":OP

José** disse...

Caro Rb,

Do seu ponto de vista, isto parece com a profecia de Gogue e Magogue.
E do meu humilde, isto tem mais a ver com um "déjà vu" entre gregos e troianos.

Cumprimentos.

zazie disse...

ehehee

Pois é. Gog e Magog sempre foram eles

zazie disse...

South Stream
Gazprom
Nabucco

Geo-estratégica é seguir-lhes o trilho.