26 março 2014

há aqui algo de errado

Os cidadãos da UE que residem na Alemanha não são imigrantes e não podem ser expulsos. Se esta notícia for verdadeira, é a Alemanha que deve ser expulsa da UE.

16 comentários:

Anónimo disse...

Parafraseando Roger Waters na musica «What God wants God gets» eu diria:

«What Berlin wants, Berlin gets»
.
Aí vai a letrinha (gosto especialmente da parte em que God quer Escudos:
.
Do you believe in a better day?
Do you have faith in a golden way?
If you do, then we must come together this day
Come together as one, united television audience Brought together by the sound of my voice
United, united financially, united socially, United spiritually, and all possible ways Through the power of money
And the power of prayers...."
.
What God wants God gets God help us all
.
God wants dollars
God wants cents
God wants pounds, shillings, and pence
God wants guilders
God wants Kroner
God wants Swiss francs
God wants French francs

(Oui il veut des francs francais)

God wants ESCUDOS
God wants pesetas
Don't send lira
God don't want small potatoes
God wants small towns
God wants pain
God wants clean up rock campaigns
God wants windows
God wants solutions
God wants TV
God wants contributions

What God wants God gets God help us all

God wants silver
God wants gold
God wants his secret
Never to be told
God wants gigolos
God wants giraffes
God wants politics
God wants a good laugh

What God wants God gets God help us all

God wants friendship
God wants fame
God wants credit
God wants blame
God wants poverty
God wants wealth
God wants insurance
God wants to cover himself

What God wants God gets God help us all
.
Rb

marina disse...

tranquilo , Joaquim , a lei é só para aplicar aos cidadãos romenos e bulgaros ciganos....e não fa mal que aqui no portugal recebem-nos de braços abertos com muitos programas de integração e bla bla bla :)

o que mete nojo é mesmo a forma como criticaram os suiços.

sampy disse...

Note-se: trata-se, para já, de um estudo que foi acolhido pelo governo alemão. O que quer dizer apenas que está disposto a analisá-lo e a discuti-lo.

Mas, caro Joaquim, insurgir-se contra a possível solução não resolve o problema. O problema existe e é sério.

Sabe o que dizem os suíços a quem os critica pela votação do 9 de Fevereiro? "Fomos apenas os primeiros". E certamente não lhe terão passado despercebidos os resultados eleitorais em França. Eleições municipais, em que tipicamente a ideologia costuma ficar subalternizada.

E adivinhe como votariam os próprios emigrantes (os que têm trabalho e se estabeleceram) se um tal hipotético projecto de lei alemão fosse levado a referendo...
Se há coisa que os emigras abominam é terem sido obrigados a fugir de um país de parasitas, para agora os verem a chegar ao país de acolhimento.

Anónimo disse...

O que há de errado é continuarem a existir etnias de primeira e etnias de segunda… por exemplo, os desgraçados da minha etnia, têm de continuar a trabalhar para viver; já outros — não vou dizer nomes —, como os ciganos, continuam a viver alegremente à custa dos outros, à margem da lei, a receber rendimentos mínimos, sem pagar impostos, enfim, no pagode. A Alemanha, uma vez mais, está correcta.
Como resolver o problema é que não sei… porque eu também não os quero cá. São personas non gratas e mal vindos. -- JRF

Vivendi disse...

Devemos ser é todos expulsos da UE e de todos os centralismos que nos rodeiam.

Vivendi disse...

Devemos ser é todos expulsos da UE e de todos os centralismos que nos rodeiam.

Anónimo disse...

What Berlin wants, Berlin gets e com muito mérito. Para não ir mais longe, desde a segunda guerra, também os outros países tiveram o tempo e os recursos à disposição para evoluirem, criarem riqueza e andarem para a frente… Onde estão?
Mesmo um país como o nosso, que se desenvolveu e criou riqueza durante 40 anos, deitou tudo a perder nos últimos 40. Andamos às esmolas desde 1975, uma vergonha que só um povinho sem qualquer orgulho que não seja no futebol pode suportar. E que bem tem suportado. Quem paga é quem manda… já dizia o Joaquim e com razão! -- JRF

Anónimo disse...

Ò Vivendi expulsa-te a ti e leva o Mário Soares contigo. Mas para longe! :) -- JRF

Vivendi disse...

O Mário Soares vou despachá-lo por encomenda de volta aonde ele nunca devia ter saído, à Roça.

Quanto às expulsões sou solidário com os escoceses, venezianos, catalães e com todo o povo/ nação que tenha uma legitimidade natural para reivindicar a sua secessão.

Viva a Europa das Nações, abaixo a Europa dos centralistas.

E não votem nas eleições europeias... Não alimentem os burrocratas pela vossa saúde mental.

Anónimo disse...

Em suma, oh JRF, se os países da UE começarem a imitar as intenções da Alemanha, quer-me parecer que a União acaba de imediato. Os alemães expulsam os romenos e hungaros (dirigir expulsão a ciganos parece-me coisa neonazi); os franceses expulsam os portugueses; os austriacos os polacos e por aí adiante conforme a opinião de cada país da UE que, nunca esquecer, acordaram há uns tempos, aquando da constituição da CEE, plena liberdade de cidadãos e mercadorias dentro da comunidade.
.
Uma pessegada, enfim, que não augura bom futuro dentro da UE a manterem-se no poder este tipo de gente.
.
O que até nem era mau de todo, mas por motivos diferentes.
.
Rb

Anónimo disse...

Row, row, row your boat,
Gently down the stream.
If you see an Romanian,
Don't forget to scream.

Row, row, row your boat,
Gently down the stream.
Throw your Immigrants overboard
And listen to her scream.

Row, row, row your boat,
Gently down the stream.
Verily, verily, verily, verily,
EURO area is but a dream.
.
Rb

Pedro Sá disse...

Exacto. Assim DEVERIA ser. Mas ainda não é, infelizmente.

Anónimo disse...

Olha se não havia de ser neonazi… mas eu conheço muita gente não vou dizer nomes, mas por exemplo o RB, que não os queria para vizinhos… -- JRF

Anónimo disse...

Oh JRF os meus/seus gostos particulares são irrelevantes. Na verdade, eu não quero ninguém para vizinho. Muito menos ciganos.
.
Não posso é arrogar-me no direito de o expulsar vizinhos baseado nas minhas preferências pessoais.
.
Mudo-me eu, vá.
.
Mas nem é isso que está em causa. Em causa está um país da UE que assinou tratados e acordos de livre circulação de pessoas e bens etc e que agora quer voltar atrás e desfazer a coisa.
.
Se todos os países da UE fizerem o mesmo que a alemanha se propoe fazer, a UE colapsa... pelo seu fundamento base.
.
Ou comem todos ou há moralidade.
.
Na verdade parece-me que a Alemanha está a preparar-se para abandonar a UE e revogar os tratados.
.
Que vão em paz e que o senhor os acompanhe.
.
Rb

mujahedin مجاهدين disse...

os franceses expulsam os portugueses

Pois. Só que não.

Na realidade, os franceses não expulsam os portugueses porque os portugueses, ao contrário de outros, não estorvam ninguém. Nunca foram, nem são, problema para ninguém.

Agora, o dilema é esse: é que não se pode, por causa do politicamente correctinho, dizer quais são os que estorvam e são problemáticos.

Não faz mal se passarem as passas do Algarve e andarem para aí aos caídos. Não se pode é ser racistinha. (embora isso dependa, né? Correr com os brancos de África já não faz mal. Por outro ser grande amigo de Israel, que exemplifica ao mundo a sua técnica avançada de limpeza étnica, é coisa digna de respeitinho)

Tudo em nome da democracia. Excepto quando a democracia tende para o politicamente incorrecto. Aí, já é preciso ter calma com a democracia.


mujahedin مجاهدين disse...

O Rb deseja muito a ida da Alemanha, mas depois ainda há-de dizer que a culpa de tudo é eles terem-se ido embora. Curioso que ninguém os mandou embora antes de passarem a massa...

Mas no fundo, são só continhas num é? Continhas mazinhas...