31 maio 2018

perigoso

Foram dois dias intensos no Tribunal de Matosinhos. Na Terça-feira foram ouvidas as duas testemunhas que faltavam ouvir - o advogado José de Freitas (14ª testemunha pelo lado da acusação) e a única testemunha pelo lado da defesa.

Ontem, foi o dia das alegações finais - aquele em que o advogado de acusação, o Ministério Público e a advogada de defesa pedem ao juiz a condenação ou a absolvição do réu.O  próprio réu é chamado a depôr em sua defesa.

Terminou o julgamento. Teve sete sessões e demorou quatro meses, sobretudo devido ao número de testemunhas de acusação (cf. aqui). O caso era grave e o réu era perigoso.

A sentença é proferida no próximo dia 12.

O magistrado X esteve de volta e no final pediu ao juiz

a) a condenação do réu
b) a absolvição do réu
c) nem uma coisa nem outra.

1 comentário:

Manolo disse...

a) La condena porque es muy peligroso🤬