24 junho 2016

luz

Brexit: a cultura britânica da democracia-liberal rejeita a cultura germânica da democracia-socialista ou social-democracia.

Uma luz ao fundo do túnel para Portugal: uma das próximas instituições europeias a cair pode ser o Euro.

6 comentários:

Ricciardi disse...

Não creio que seja apenas um confronto de 'culturas'.

Talvez haja um pequena percentagem de bifes que não gosta de ser liderado pelos alemães. Mas creio que o factor emprego, o excesso de regras que aniquila os pequenos negócios (a ue transformou-se numa gigantesca e intratavel asae), a impossibilidade de mudar o que quer que seja sem a concordância alemã, a impossibilidade de gerir a porta das fronteiras, o excesso de poder comunitário sobre assuntos que marcam uma nação (o bce obrigou Portugal a desfazer-se dos activos em África, ignorando a história e as relações entre povos).
.
Enfim, a ue é uma boa ideia, mas deve ser limitada a um espaço economico livre. Quando tentaram aprofundar a ideia, rumo a uma federalização, começaram pelo telhado. Fizeram tudo ao contrário. Obrigaram aquilo que é diferente a ser igual e utilizaram o poder duma moeda para forçar cada país a torna-se mais igual ao outro.
.
Uma união livre transformou-se numa prisão. Pesadas multas e ameaças de toda a ordem por mau comportamento. Para sair da união foram feitas ameaças contundentes. Como só a quem está preso se pode fazer. Quem tem dignidade não aceita isso é prefere sair, ainda que possa sofrer no curto prazo.
.
Rb

Vivendi disse...

Protestantes Vs Calvinistas e no Final os Católicos ganham quando voltarem ao seu estilo de vida tradicional.

Euro2cent disse...

> a cultura britânica da democracia-liberal

A "nation of shopkeepers" sabe regatear.

Anónimo disse...

Gostava de saber qual a vantagem de termos moeda própria ?
O euro do ponto de vista portugues , é quase como ter o padrão ouro, e isso não me parece mau tendo em conta o novel dos nossos políticos.

Rui Silva

Anónimo disse...

Corrijo "novel" para nível

Eu Mesmo disse...

Vivendi não é com este papa comunista que os católicos vão voltar ao estilo tradicional, o mais certo é banalizarmos o pecado, lavarmos os pés aos nossos inimigos e acolhe.los de modo a que eles possam ter meios para promover a Lei Sharia, dominar zonas urbanas(NoGoZones), ou então para que cometam actos terroristas. Esse papa usa os valores católicos, como a tolerância, contra o próprio catolicismo, tal como os €urocratas usam os valores democráticos contra a própria democracia.