29 junho 2016

a primeira vez...

Ontem, disseram-me:

- Adorei o seu livro. Comecei a ler e não consegui parar até ao fim...
- Gostaste, fico mesmo contente.
- Nunca tinha lido um livro. Foi a primeira vez.

Senti-me bem. Eu que passei toda a vida a ler, tenho dificuldade em compreender que haja quem nunca tenha aberto um livro, neste nosso País.

Vamos acabar com esta tragédia.

18 comentários:

Anónimo disse...

o livro tem fotos de gajas nuas ?

Procópio disse...

Os berloques dão-me vertigens. Será que a leitura do livro me pode ajudar?

Anónimo disse...

Está a brincar, Joaquim?

Joaquim disse...

Não, estou a falar a sério. Mas é mesmo inacreditável LOL

marina disse...

bem , vai-me desculpar , mas essa opinião de virgem não vale nada , qualquer coisa lhe serve :)

zazie disse...

Por acaso, quem se guarda em certas virgindades, sabe esperar pelo que merece mesmo a pena...

";O)

Harry Lime disse...

Por acaso, quem se guarda em certas virgindades, sabe esperar pelo que merece mesmo a pena...

zazie,

Desconfio que a virgindade da leitura não é uma dessas virgindades. Ou então o Jaquim é mesmo um escritor do caraças. :-)

Estaremos na presença do Graham Greene português? Hoje vou passar pela FNAC e ver se descubro.

Rui Silva

Joaquim disse...

marina,

acho k tem toda a razão. Eu estou a pensar ir a um médium para ouvir a opinião do Saramago... mas não, acho k não vou chegar a tanto.

trazer para a leitura pessoas que nunca leram um livro é um desafio interessante, mas obviamente o livro tem de usar uma linguagem popular - é o caso.

a pessoa em causa disse-me: percebi todas as palavras, com um sorriso espantoso LOL

marina disse...

já percebi : foi a sopeira do senhor doutor ? ou o jardineiro? :) :) fizeram o frete ao patrão? ai ai

conste que não estou a dizer mal do livro , era uma estupidez porque ainda não o li.

durante os muitos anos e muitos anos ( desde que aprendi a ler até há uns 4 , 5 anos ) em que fui leitora compulsiva não conheci um único escritor , a não ser o jorge amado e o lobo antunes ; agora , que não leio , conheço paletes de escritores , paletes mesmo. aposto que encontrava aqui uma qualquer correlação entre quantidade e qualidade :)

Anónimo disse...

Hj em dia QQ um e' escritor.

Basta pagar cerca de 2.000 eur 'a Chiado Editora ou uma congénere.

Ha editoras q apenas vivem disso.

Tenho um amigo q publicou um livro de poemas q e' grotesco... Mas esta' 'a venda nas maiores livrarias com essa chancela. Se vende? Claro q não. O consumidor não e' estúpido.

Anónimo disse...

Quando os livros não se vendem ao fim de algum tempo começam as ofertas... E Logo depois vem a fase do papel higiénico.

Anónimo disse...

No caso da peregrina a coisa esta' tao mal q a Daniela ainda nem 5 emails recebeu.

Nem q o joachim ofereça uma nota de 10 euros dentro do livro vai chegar os 20 emails.

Claro q perante tamanho fracasso editorial o Joachim vai ficar com o marsapo murcho... E por muito tempo.

Margaret Garland disse...

Thanks for sharing this informative content which provided me information Complete And Cheapest, Making Everything Easier | Generation Engelmundus

Diego Maudonato disse...

Para quem gosta de belos poemas indico ...
http://palavrasdecertosdilemasoficial.blogspot.com.br/2016/04/escolhas.html
Boa Madrugada !

Aneta disse...

:)

Anónimo disse...

Portanto, o Joaquim faz livros para a populaça, como diria o Professor Arroja ;)

Procópio disse...

Comecei a ler, estava a gostar. A certa altura chegou-me ao conhecimento a intervenção descabida do Schauble sobre a nossa economia florescente.
Tive que parar a leitura, enviei logo um telegrama para Berlim.
"Segurem-me senão pego na minha lambretta, vou lá de seguida, encravo-lhe a cadeirinha e coloco-lhe uma bandeirinha com o retrato do Renato Sanches"!
Agora o Joaquim desculpe-me, mas não consigo concentrar-me.

Contessa Dean disse...

Eu gostava de seu blog e seguiu-o. Meu blog é: https://contessa50everyday.blogspot.com
obrigado pelo seu tempo e consideração