10 novembro 2015

propaganda

O economista assegura assim que a introdução das medidas acordadas com o PCP e o Bloco de Esquerda não tem impacto a nível orçamental (Centeno).

Comentário: Das duas uma, ou as medidas são relevantes para os portugueses e, portanto, têm impacto orçamental, ou não têm impacto orçamental porque não passam de propaganda.

36 comentários:

Ricciardi disse...

Joachim, as medidas tem impacto na despesa, contudo a UE reviu em alta as perspectivas de crescimento, pelo que o impacto das medidas acordadas com a esquerda no orçamento é melhor do que as contas iniciais.
.
Rb

Ricciardi disse...

Joachim, as medidas tem impacto na despesa, contudo a UE reviu em alta as perspectivas de crescimento, pelo que o impacto das medidas acordadas com a esquerda no orçamento é melhor do que as contas iniciais.
.
Rb

Euro2cent disse...

> a UE reviu em alta as perspectivas

Pois, e o Steve Jobs era refugiado sírio.

http://www.badum-tish.com/

Rui Alves disse...

"a UE reviu em alta as perspectivas de crescimento"

Ah bom, se a UE diz que vai correr bem, a gente acredita.

Rui Alves disse...

Afinal, quando o euro arrancou, também previram acertadamente que não haveriam derrapagens nos défices dos países-membros, que o BCE nunca faria resgates e que não embarcariam em políticas inflaccionistas de desvalorização.

Ricciardi disse...

Não sei se a gente acredita ou não. É apenas a razão pela qual as estimativas das contas de Centeno melhoraram mesmo tendo de incluir mais despesa.
.
Rb

Ricciardi disse...

Abdulfattah Jandali, um refugiado sírio muçulmano que emigrou para os EUA nos anos 50, e Joanne Carole Sciebele. Pais de Steve Jobs.
.
Só mais um detalhe sobre outro refugiado: a família de Sergey Brin fugiu da União Soviética, perseguida pelo antissemitismo. Nos EUA, Sergey viria a fundar a Google.
.
E a terminar: de acordo com a revista Forbes, 40 por cento das 500 maiores empresas norte-americanas foram fundadas por imigrantes, ou pelos seus filhos.
.
.
Em suma, a imigração, seja por motivos de guerra, racismo, ou económica, parece que pode gerar, em países que os sabem acolher, boa integração e, pasmem, até vingarem na vida e tornarem -Se muito bem sucedidos.
.
Freddy Mercury parece que fugiu da guerra na Tanzânia.
.
Rb

Ricciardi disse...

Whats up euro2cent?
.
Rb

Rui Alves disse...

Ricciardi, compreendo o seu argumento, mas para mim é do senso comum que um dirigente responsável não faz promessas arriscadas com base em previsões de terceiros.

Rui Alves disse...

De resto, no que toca à capacidade de previsão e planeamento da UE, este vídeo vale por mil palavras.

Ricciardi disse...

Sem esquecer o grande Einstein que também emigrou devido à guerra. Mas este já era crescidote e genial antes de emigrar.
.
Por fim o inventor do Astrolábio, o Zacuto, qur dizem ter sido feito por um portugues. O que é errado. O moço Fugido de Espanha de onde nascera por causa do antissemitismo refugiou-se em Portugal, país onde inventou o aparelho. Ao serviço do grande João II.
.
Lamentavelmente expulso para a Holanda, creio.
.
Rb

Ricciardi disse...

Claro Rui Alves. Precisões são previsões. Mas não podemos acusar o Centeno de ter inventado previsões.
.
Aliás, se as previsões fossem sempre certas não haveriam crises.
.
Rb

Rui Alves disse...

Não podemos acusar o Centeno de fazer previsões, mas podemos acusar o Centeno de embarcar nelas.

Anónimo disse...

não haveria crises, sem "m"

Ricciardi disse...

O 'n' com letra grande no início de cada frase.
.
Rb

Ricciardi disse...

Poderiamos Rui Alves se as mesmas fossem diferentes daquelas que são feitas por nós. E 'nós' é o BP e o proprio governo. Eles é o FMI, OCDE, comissão. As previsões são comuns a todos. Mais cêntimo, menos cêntimo.
.
Rb

Ricciardi disse...

Agora, podemos é fazer um exercício de maior ou menor prudência. Com margem para acomodar desvios. Nos negócios faz-se sempre uma análise de sensibilidade. What if?
.
No caso presente não se conhece bem as novas contas para se perceber se há margem ou não.
.
Podemos também dizer que acomodar mais despesa numa receita prevista maior tem aspectos negativos e positivos. Os negativos é que num quadro de melhores receitas o defice podia cair mais depressa se não se aumentasse a despesa. Os positivos é que, com mais rendimento disponível, provavelmente haverá menos falências, mesmos incumprimento à banca e ao fisco e o PIB pode crescer mais do que o esperado.
.
A certeza porém é que fará desacertar a balança comercial por aumento nas importações.
.
E seria aqui que entraria uma política de compensação às exportadoras que não se sabe bem como vai ser. Eu defendo uma pokitica descriminatoria. Positivamente discriminatoria. Com IRC e TSU mais baixo para empresas q exportem mais de 50% da sua producao.
.
Rb

Ricciardi disse...

PaF- quero governar
PS- eu também
PAF- mas eu tive mais votos do que tu
PS- então governa.
PAF- preciso de ti para governar.
PS- arranja outros para te apoiar, como eu fiz.
Paf- os outros não são meus amigos. Detestam-me. E eu tb não sou amigo deles. Gosto mais de ti.
PS- então estás sozinho.
PAf- estou, se tu não fores meu amigo.
PS- eu sou teu amigo, tu é que não estás a ser meu amigo.
Paf- deixa os outros e volta a ser meu amigo.
PS- não posso, já dei a palavra aos outros que querem muito que tu saias.
Paf- mas tu perdeste as eleições.
PS- e tu perdeste amigos.
Paf- porque é que queres ser mais amigo dos outros do q de mim?
PS- porque quero ser governo.
Paf- mas eu ganhei.
Ps- perdeste amigos.
Paf- o que é que eu te fiz para rejeitares a minha amizade.
PS- ganhaste as eleições.
Paf- e que culpa tenho eu de as ter ganhado?
Ps- porque foste arrogante com os outros amigos e foste petulante comigo. Desse modo arranjei novas amizades.
Paf- e são de confiança esse outros teus amigos?
Ps- se não forem espero que sejas o amigo que dizes que és e me apoies. Serás?
Paf- se te juntares com os outros não voltarei a ser teu amigo.
Ps- então, se não foste muito meu amigo enquanto estiveste por cima, e não pretendes voltar a ser meu amigo, eu tenho de saber manter os amigos novos que tenho.
Paf- mas eles vao-te trair. Tu vais ver.
PS- um dia irão trair-me como o teu amigo portas te traiu.
Paf- oh, mas eu pedi-lhe muito e até lhe dei novos cargos e ele voltou a ser meu amigo.
PS- pois é isso q pretendo fazer qdo os outros meus amigos me quiserem trair.
Paf- buáá vou fazer queixa ao Cavaco. Vou pedir-lhe para ele não ser teu amigo.
PS- também não é preciso chorar pafinho. O Cavaco é teu amigo, está bem, mas ele está manco e não pode bater-me. Eu corro mais do q ele.
Paf- mas vai poder o Marcelo.
PS - o Marcelinho também não gosta de ti. Tu nem o apoiaste nem nada quando ele quis brincar contigo.
PAF- mas é do meu clube.
PS- tu é que podes ter de deixar o clube dele.
Paf- aí é? ai é? Buàà
PS- vá, então, ainda és novo tens o futuro à tua frente. Pensa positivo.
Paf- ah, e se a 'oropa' não gostar de ti?
PS- vês, nao precisas de chorar, agarra-te a essa esperança.

Jorge Gaspar disse...

0,2% de variação no crescimento do pib significam mais 340 milhões anuais de riqueza. Segundo o ric, esta puta de variação explica o porquê do Centeno não aumentar a despesa, ao aumentar os gastos em pelo menos 2 mil milhões.
Estes gajos são muito piores que o professor karamba. São mil vezes mais aldrabões

Ricciardi disse...

Deixaram cair os cortes na TSU.

Anónimo disse...

Mas esta comunada toda nem precisa de trabalhar? Vivem aqui o dia inteiro a fazerem propaganda e nem interrompem para mijar?
Foda-se que já chateia o abuso. Nem se pode abrir uma caixa de comentários tal é a merda que se lê.

Bmonteiro disse...

Outra perspectiva: ou o estado do Estado herdado do XIX-XXI GC, é muito melhor do que o que tem vindo a público, na Economia & Finanças.
Só pode, com o Oásis em perspectiva.

Oscar Maximo disse...

Em vez de: "se as previsões fossem sempre certas não haveriam crises" talvez fosse melhor dizer "se houvesse sempre dinheiro para os direitos adquiridos não havia crises".

Cfe disse...

"Agora, podemos é fazer um exercício de maior ou menor prudência. Com margem para acomodar desvios. Nos negócios faz-se sempre uma análise de sensibilidade. What if?"

Princípio do Conservadorismo

entre conjuntos alternativos de avaliação para o patrimônio igualmente válidos, segundo os princípios fundamentais,a contabilidade escolherá o que apresenta o menor valor atual para o ativo e o maior para as obrigações

Harry Lime disse...

Cfe,

Isto é politica: não podes levar a mal que um politico se atire ao cenário mais optimista. Todos os fazem.

Aliás, nas empresas é a mesma coisa. Só muito raramente é que um gestor é conservador no sentido em que falas (basicmante ninguem leva bonus a ser pessimista)

Rui Silva

Harry Lime disse...

O ressabianço do pessoal PaF está ao nível do mais fanatico benfiquista depois de levar na pá e perceber que não é o maior clube do Mundo.

É lindo de ver!

Rui Silva

Anónimo disse...

Vai ser lindo de ver quando vocês se foderem. Lindooo!!! Carreguem esquerdalhos, carreguem. Depois fogem.

Harry Lime disse...

Estão mesmo ressabiados como os lampiões :-)

Rui Silva

Anónimo disse...

És mesmo um anormal. Que triste.

Anónimo disse...

Finalmente!!!

Hoje já se começou a respira melhor.

Agora cheiro a mofo, só para os lados de Belém.

cfe disse...

Rui,

Portugal não pode viver com moeda norte europeia e contabilidade do sul. A conta não fecha.

Ps.: Eu sou conservador em minha gestão. Uma vez quando fiz como dizes - fui "não pessimista" e me dei tremendamente mal.

cfe disse...

E não gozes com o pessoal: ver como fica o Peisse daqui a algum tempo.

Euro2cent disse...

> Whats up euro2cent?

Nada, vejo que a sua experiencia de refugiado em Angola lhe conferiu sabedoria.

Euro2cent disse...

Acho que estou a precisar de lições de português para estrangeiros (os nascidos noutro século são estrangeiros, certo?) - dantes havia emigrantes e imigrantes, ou exilados se fossem a fugir à polícia.

Agora temos só migrantes, sem e nem i para evitar precisões e confusões, mas afinal se calhar qualquer palerma que atravessa uma fronteira porque acha a relva mais verde do outro lado é um refugiado.

Mas, como dizem nas internetes, quando são todos refugiados, ninguém é. Bah, que se lixe. Vamos embora, Fifi, já mandámos mais uma palavra para o lixo.


marina disse...

o governo frente de esquerda , acordo aqui , acordo acolá, boleia acá , acordo acoli , boleia ali , só me alembra a historia do sapo e do escorpião . acho que vai dar para escrever outra historia inspirada nessa :)
e quando aquilo estoirar , por começarem à batatada a discutir quem é que defende mais o povo segundo a bíblia marxista , como é que vai ser ?

não posso com estes dramas democráticos , puuuxa que chagas. e de drama em drama lá se vai o nosso futuro pelo cano.

Rui Alves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.