17 dezembro 2014

em quem confias mais?

Num casal de pais com um problema de álcool ou no Estado?

11 comentários:

Ricciardi disse...

Joachim deixe-me fazer-lhe a pergunta de outra forma:
.
- Por um qualquer motivo, o Joachim entregava o seu filho a um casal de bebados ou colocava-o à guarda de uma instituição qualquer do estado?
.
Rb

Anónimo disse...

Caro Rb,

A um casal de bêbados, sem dúvida

Joaquim

Marco Beemote disse...

Caro Riciardi

Deixe os seus filhos ao sr. bibi, asim junta dois em um

Ricciardi disse...

Hummm, quer-me parecer que o não faria.
.
Afinal de contas uma criança numa instituição sobrevive e pode até chegar a ser alguém. Há imensos casos de institucionalizados que singraram na vida.
.
Num casal de bebados a probabilidade disso acontecer é muito baixa.
.
O mais provável é apanhar porrada o dia inteiro.
.
Mas as coisas tambem não tem que ser brancas ou pretas. Depende de cada caso. As leis nestas matérias não podem abstractas e genericas sem desconsiderar o caso concreto.
.
Sabe porquê?
.
Porque o caro Joachim provavelmente pensa num casal de bebados soft e eu penso num casal de bebados compulsivos. Entre uns e outros ele há um mundo de possibilidades.
.
O meu limite para retirar competencias aos pais é o perigo de vida e maustratos contundentes.
.
Rb

Ricciardi disse...

O meu ponto era apenas para que se perceba que aquilo que nós não queremos para os nossos filhos tambem não podemos querer para os filhos dos outros.
.
Rb

Ricciardi disse...

E pauto-me sempre por esse principio. O que será melhor para a criança?
.
Ser criado num ambiente degradante ou coloca-lo num lar do estado?
.
Há uns dias andava pelo centro de Luanda e numa garagem estavam sentados um pai e um filho, lado a lado, no chão encostados à parede. O pai estava bebado e tinha uma garrafa na mão. Fiquei com aquela imagem na cabeça. O pai a cuspir/vomitar o vinho e o filho (com uns 6 anos) a olhar para ele.
.
Esta cena marcou-me e fui com a imagem dos olhos do rapaz a olhar para a figura do pai. Impressionou-me. Eu ligo muito às expressões. Dizem-me mais do que as palavras.
.
Não sei o que vai acontecer aquele rapaz. Não deve ser coisa boa.
.
Apetecia-me pegar nele e leva-lo para longe do pai. E dar uns valentes socos no pai.
.
Em suma, Joachim, temos provavelmente realidades distintas na cabeça e pensaremos em função das experiencias que vamos vendo.
.
Rb

Anónimo disse...

Obrigado pela confiança, Joaquim...hic!

marina disse...

sei lah. ate parece altura de eleiçoes : escolho coco ou fezes ?
a maddie n morreu por causa dos pais gostarem de beber um copo ? n se passam cenas terriveis nas instituiçoes ? o ps n eh uma merda ? o psd n eh uma bosta ? ser ou n ser , eis a questao , god , que treta.

zazie disse...

Fezes é melhor; tem mais berço.

Anónimo disse...

Depende.
Teria que analisar o casal de bêbados e a instituição.
Não tomaria essa decisão com base num Dogma.
Parece-me que ao fazer assim a pergunta supõe que alguém responda sim ou não. Como é que alguém pode pensar assim. Só de alguém dado a crenças, superstições dogmas etc.
Estou errado ?

cumps

Rui Silva

Anónimo disse...

"A um casal de bêbados, sem dúvida"

Ha granda liberal de gema pah!!! antes a morte que o estado...

hahahahahaha, Enche a cara de maconha depois so fala merda.

Elaites