26 novembro 2014

uma oportunidade de ouro para os liberais


A prisão preventiva de José Sócrates é uma oportunidade de ouro para os liberais se pronunciarem contra a prisão preventiva, nos moldes em que esta existe em Portugal.
É normal que o Estado detenha cidadãos que são suspeitos de atividades criminosas, mas o direito à liberdade e a um julgamento justo e rápido obriga a que a lei imponha um prazo máximo de detenção que nunca deve ultrapassar as 48 horas.
Se após esse período não for deduzida acusação, o detido deve sair em liberdade. Apenas em casos de violência é que, depois de deduzida a acusação, um juiz deve poder determinar a prisão preventiva, até ao respetivo julgamento.
Em nenhum caso, na minha opinião, deve ter lugar a prisão preventiva para investigação, sem acusação formulada. Ora é nesta situação que se encontra José Sócrates. Sócrates e mais umas centenas de pessoas.
É uma ótima altura, portanto, para os amantes da liberdade expressarem as suas opiniões sobre este assunto e persuadirem os socialistas do PS de que se deve pôr fim à “prisão preventiva”.
Claro que Sócrates está preso injustamente e nenhum liberal pode defender a sua situação.
Tenhamos a nobreza de espírito necessária para defender os nossos ideais, mesmo quando a vítima não nos merece nenhum respeito. Uma petição para acabar com a prisão preventiva, neste momento, pode recolher apoios que de outro modo nunca conseguiria.

62 comentários:

Anónimo disse...

De acordo.
.
A preventiva justifica-se em casos de violência, mas tambem caro Joachim nos casos de flagrante delito.
.
O perigo de fuga não é argumento se não houver acusação. E mesmo que hajam indicios forte ele há pulseiras electronicas.
.
A desordem pública é para casos de linchamento popular e para proteger o alegado criminoso.
.
Poder intervir no processo destruindo provas etc só faz sentido se a investigação for muito insuficiente e os indicios pouco sustentados. Quando se prende tem que se ter produzido 90% de materia de prova. Parece-me que em Portugal prendem a ver se começam a investigar.
.
O caso Carlos Cruz é disso caso paradigmatico. O homem foi preso preventivamente com base em prova alguma. Umas bocas apenas. E talvez tenham sido soltos os verdadeiros culpados.
.
Tenho um amigo que lida com essas coisas da justiça que me diz que as manobras de diversão são um meio eficaz de esconder os verdeiros culpados. Se se viram para uma pista deixam as outras por fazer.
.
Rb

Anónimo disse...

Isto não quer dizer que Socrates não seja culpado. O que quer dizer é que não se justifica prende-lo sem lhe dizer porque é que está a ser preso.
.
As pessoas talvez não saibam, mas o juiz não lhes diz de que é que são acusados. PArece que tem um ano para dizer. E o gajo fica preso esse tempo sem conhecer os motivos concretos.
.
A especulação depois toma conta da estória e um gajo fica sem saber o que é verdade e o que é especulação.
.
Num mundo da informatica, uma pulseira e escutas na residencia era mais do que suficiente para medida de coação a um ex-primeiro ministro.
.
O que me parece é que o Juiz temeu que o paleio de Socrates pudesse exercer defesa se saisse em liberdade comprometendo uma investigação provavelmente incipiente.
.
Mas a lei permite esta opção e dá-a ao juiz. Os juiz interpreta como bem entender. O que é preciso é mudar as leis, assim como é preciso mudar a constituição e não os juizes do constitucional.
.
Rb

Anónimo disse...

E não é por uma questão de liberdade; é por questões de dignidade e presunção de inocência.
.
O meu principio é que no limite é preferivel soltar um culpado do que prender um inocente.
.
Incomoda-me mais que se possa prender um inocente do que soltar um culpado. Mas isso é coisa pessoal. Há pessoas que o querem é ver sangue e aplaudir em massa. Sempre foi assim e sempre será.
.
Quando queimavam as mulheres por bruxaria não faltavam pessoas em extase a assistir. Quando colocam os cristão no circo não faltavam romanos a aplaudir. Quando condenaram Cristo não faltaram pessoas a confirmar a sua culpa.
.
Rb

Anónimo disse...

tás tão enganado....corrupção ao mais alto nível enquanto 1º ministro, testas de ferro em administrações das maiores construtoras para receber a percentagem combinada por cada adjudicação, um país falido, milhares e portugueses sem emprego e com poder de compra diminuído...se isto não é de uma violência extrema ???

muja disse...

Só doutores aqui...

muja disse...

Epá e hão-de desculpar mas não há outra maneira de dizer: vocês são uns burros do caralho.

Digam lá de que é ele inocente, seus otários.










muja disse...

São burros ou então votaram no gajo e tão com trauma.

Anónimo disse...

O juiz parece que considerou que Ricardo Salgado não é menino para dar à sola. O mesmo juiz considera que Sócrates é rapaz para dar à soleta.
.
O Muja já decidiu. Está decidido. Ainda nem se sabe de que é acusado, mas o Muja já firma que é culpado. Eu acho que Socrates está a ser acusado de o favorecer a si, oh Muja. Pelo que acho que vc deveria estar preso preventivamente. Pelo menos preso não dizia as alarvidades que escreveu.
.
Uma preventiva não tem a ver com a culpa, homem de Alá. Se vc roubar uma mercearia em não for em flagrante delito não vai preso preventivamente. Pois se nem acusação tem que culpa pode ser deduzida?
.
É como diz o outro, mais vale Burro que me leve que Cavalo que me derrube. No seu caso junta o útil ao agradável.
.
Rb

Anónimo disse...

Caro Rb,

Concordo consigo.
Tb não devemos fulanizar demasiado a questão. Manter, seja quem for, preso sem acusação é bárbaro.

Joaquim

Vivendi disse...

Isto é só doutores mesmo.

Oh Joaquim! Diga lá por exemplo porque é que o Oliveira e Costa ainda não foi condenado e quanto tempo é que é preciso andar enamorado com a justiça para depois haver prescrição ou apenas uns pouco anos de cadeia. Os grandes escritórios de advogados sabem como a coisa funciona e ganham milhões dessa forma. O Joaquim ou é distraído ou não conhece o sistema...

Já agora, o Tiago Caiado Carreira, na TVI24, ainda antes de saber as medidas de coacção a Sócrates já tinha comparado a podridão do sistema actual com a do Estado Novo. No Estado Novo ninguém ficava detido mais de 4 meses sem acusação.

Vivendi disse...

O Salgado tinha cheta para ficar detido em casa... O Sócrates (sem rendimentos) só se fosse os amigos a chegar-lhe à frente.

Anónimo disse...

Pois, ao fulanizar estamos em processo de vingança. E é a vingança que move esta gente como o Muja e a Zazie.
.
O que quer que seja que o acusam o veredito já está dado. Se acusação afinal revelar que Socrates está envolvido na falsificação das datas de validade dos iorgurtes esta gente já sabia.
.
.
Não pode ser assim.
.
Entretanto tenta-se desmontar um circuito gigantesco de artimnhas com medicamentos.
.
É bom que a justiça se centre nos casos e não nas pessoas. Porque se centrar nos casos apanha mais pessoas. Se se centrar em pessoas concretas, as outras envolvidas esvaem-se.
.
Rb

Vivendi disse...

E creio que os artistas "liberais" (cultura importada) andam mais preocupados com a situação do Socretino que o próprio Sócrates que assumiu na prisa uma postura filosófica e é autor do best-seller A Confiança no Mundo, Sobre a Tortura em Democracia.

Anónimo disse...

"Ex-autarca de Rio de Mouro condenado a três anos e meio de prisão, com pena suspensa" - Público. Se forem investigar com rigor todos os governates, autarcas dos últimos 10 anos até hoje, presidentes de fundações, institutos publicos e por aqui me fico, os prenderem a todos como fizeram ao Socrates, têm que limitar o "deserto" da margem sul com arame farpado, porque não haverá sitio onde os meter.

Lionheart disse...

O Sócrates não tem rendimentos legais para pagar uma caução semelhante à que o Salgado pagou. Além disso, Sócrates é um indivíduo PERIGOSO. Porque é que os portugueses são tão c****? Já se esqueceram dos abusos de poder e da corrupção? Mesmo preso o fulano é um perigo para o Estado de Direito, quanto mais cá fora. Porra, que é preciso fazer um "desenho".

Anónimo disse...

"É normal que o Estado detenha cidadãos que são suspeitos de atividades criminosas, mas o direito à liberdade e a um julgamento justo e rápido obriga a que a lei imponha um prazo máximo de detenção que nunca deve ultrapassar as 48 horas."

Esta afirmação está completamente errada! A lei não obriga a que a detenção seja efectuada pelo máximo de 48 horas. O que a mesma obriga (nomeadamente o Código de Processo Penal) é que um arguido detido por orgão de polícia criminal seja apresentado a Juiz, para primeiro interrogatório judicial, no prazo máximo de 48 horas. Juiz que tem como "missão" averiguar se os direitos liberdades e garantias do arguido estão a ser respeitados e se os indícios - repito, indícios e não a prova que será usada em julgamento - podem determinar alguma medida de coacção. É bom relembrar que o inquérito não terminou e que o Ministério Público ainda investiga no sentido de obter provas. Se o inquérito não está terminado não pode haver acusação.

zazie disse...

É pá.

Só li que disseste que o que me move (nem sei em quê qeu eu sou movida) é a vingança.

E eu apenas repito o que o Muja disse:

Vai para o caralho.

E acrescento- vai levar no cu; vai para a puta que te pariu, és um merdas,m és uma besta quadrada.

Felizmente o meu filho pensa o mesmo e avisou-me logo disto.

È nestas alturas que se ficam a conhecer os poltrões.

E ficam.

Por isso e´que nenhum amigo ou amiga minha que votou nele e que andava sempre com tretas de telefonemas e cenas imbecis a fazer de conta, se atreve agora a abrir a boca.

Nem um.

Porque sabem todos que os madava para onde te mandei.

E o mesmo se passa com o meu filho.

Porque há merdas que metem asco e quem se gosta de encostar a elas, é porque alguma afinidade sente com essa merda.

Eu não posso vingar-me de nada que nunca foi pessoal.

Mas posso sentir-me limpa de ser trampa que nunca se me pegaria.

Ev v.s não podem.

V.s sentem este cheiro dentro porque lá há estranhas afinidades de que não se podem livrar.

E por isso, como nem vergonha têm e a afinidade é visceral, precisam de andar para aí aos pulinhos de dedo em riste a acusar os outros de intenções e sentimentos feios por uma cena que é política e diz respeito a todo o português.

A todo o português digno.

Os indignos estão juntos e deviam ir juntos.

Não fazem cá falta.

zazie disse...

E acho bom que não voltes a dirigir-me a palavra porque ninguém me acusa impunemente de sentimentos que não tenho.

Muito menos um conas virtual.

Um conas virtual a quem nem posso dar um pontapé no cu que era o que faria se o conas me conhecesse de alguma parte e se atrevesse a dizer o mesmo cara a cara.

zazie disse...

Vai tomatr no cu, palerma.

És mais estúpido que o Birgolino.

Esse é apenas um imbecil nato sempre preocupado com a ortodoxia da cartilha

Anónimo disse...

ahahahah
.
Estavas bem no Bolhão.
.
O sinal de que estou correcto na apreciação acerca daquilo que te move é teres perdido a compostura.
.
Rb

zazie disse...

E sentem outra coisa.

Esta falsa preocpuação teórica com uma lei de prisão preventiva assinada pelo próprio é peneira para tapar outra preocupação.

Os tugas são velhaquetes- pensam sempre no interesse próprio em todas as situações.

E fazem contas de mercearia.

E eu sei quais são as contas de mercearia que os socretinos e viúvas andam agora a fazer.

O efeito da viuvez partidária no aumento de ordenados e de pequenos nadas de que também vivem.

Porque a treta não é o Sócrates que nem ia a eleições.

è o PS.
O v. problema de orfandade é imaginarem que agora vai ser mais difícil voltarem a ter no poleiro os mesmos de sempre, cuja mama a curto prazo sempre vai dando acalmia.

Anónimo disse...

mas deixa-me que te diga. Não tens vergonha das brejeirices que dizes?
.
Achas proporcional que a uma apreciação acerca daquilo que te move desates a ofender-me pessoalmente.
.
Não tens educação é o que é.
.
Rb

zazie disse...

Eu nunca tive compustura e nem sei como algtuém se pode vingar de algo que nunca lhe tocou.

Mas escusas de me dirigir mais a palavra porque eu até vou retirar este url e não vir a um local que se tornou demente.

Os imbecis são como os loucos, tendem sempre a juntar-se.

Tu estás bem aqui, mais a cartilha birgoliniana e as suposições persecutárias de ai ai ai adonai que judiaria e fita a fingir que se é vítima é coisa de ADN vosso.

zazie disse...

Acho que a única coisa proporcional a um merdas de um cona mole virtual que me acusa de sentimentos feios sem me conhecer, era apareceres ao vivo para te dar um pontapé no cu.

E como isso não vai acontecer, repito todos os insultos que me lembrei e até que me lembre disto, não há mais conversa virtual alguma.

Anónimo disse...

Acho bem que te retires já que não consegues ter a grandeza de retirares as ofensas.
.
Rb

Anónimo disse...

Que te retires e penses em reeducar-te.
.
Olha aproveita as novas oportunidades. Deve haver lá muita gente com essa conversa de esquina.
.
Rb

zazie disse...

Dizer que me move a vingança por a polícia e a lei portguuesa terem preso preventivamente um crápula que não conheço de parte alguma só pode ser trampa de sentimento feio que tens para comigo.

Porque logicamente é uma acusação mongolóide, já que eu nada tive a ver com a lei, nem com a prisão nem com nada e apenas tenho comentado a questão politicamente.

Repeti uma piada seca gira dita pelo Fado Alexandrino- chic, chic, é ir para a prisão e levar motorista.

Há-de ter sido por estes sintomas que lá tiveste provas que eu sou uma pessoa de sentimentos feios.

Fazes-me lembrar o Timshel- sempre com o barómetro da pureza moral a medir a impureza das alminhas dos outros.

Sempre com o gostinho de subir ao monte de merda e cantar de galo a dizer que a merda que estava por baixo não era a dele.

Era a merda dos merdosos dos outros que até servia para ele fazer sermão e subir um pouco mais em direcção à santidade.

Anónimo disse...

Qdo quiseres discutir ideias sem ofender o meu querido rabinho e a minha máezinha estarei sempre disposto e pronto a perdoar-te.
.
Até lá, passa muito bem e que Deus te ilumine o espirito.
.
Rb

zazie disse...

És um merdas. Dizer para ires levar no cu ou para a puta que te pariu não é insulto.
São palavras feias em resposta ao insulto de carácter que tiveste o desplante de fazer sem sequer eu estar aqui em diálogo.

Dizzeste que eu e o Mujá exemplificávamos os que se movem por vingança.

Isto é feio, isto é demasiado merdoso e não há insulto possível que se lhe compare.

Eu nunca o faria.

Posso tentar desencantar todos os palavrões que conheço mas nunca faria o que tu fizeste.

Nunca na vida atribuí de forma cobarde sentimentos nojentos a alguém que conheça e muito menos a quem não conheço e me dou em tom de brincadeira na net.

Tu foste capaz de o fazer e nem enxergas a diferença.

Porque, na volta é uma diferença de carácter e isso não se educa, nem se aprende.

Ou se tem, ou não se tem.

Como o meu filho me avisou, é nestas alturas que as pessoas se revelam.

E ele bem me disse para eu ficar cool até com amigos porque ele também já teve a dose dele por ser impoluto.

Os que o não são cobram sempre, para poderem parecer.

Anónimo disse...

Estás quase ao mesmo nível desprezivel daquele comentador que vem para aqui ofender a filha do Joaquim com o mesmo tipo de palavreado.
.
Rb

zazie disse...

Exacto.

Foi isso que me fizeste.

Fizeste-me uma ofensa pessoal de carácter.

Ficaste ao mesmo nível, com a diferença que eu nem estava online nem em conversa.

Tentaste deixar bem visível, para toda a gente ler, uma ofensa de carácter à zazie do Cocanha.

Não me relaciono nem sinto amizade por quem é capaz de fazer uma coisa tão feia.

zazie disse...

Não foi coisa que te saiu da boca para fora no ardor de debate.

Foi coisa a frio. Foi pensada. Sentis-te necessidade de exemplificar um sentimento nojento; uma coisa que te dá volta às tripas, como sendo eu e o Mujá os personagens mais perto dela.

zazie disse...

Devo dizer que, por muita cena tarada a propósito dos pencudos que também já disseste, desta vez, por causa de uma merda destas, nunca na vida pensei que o Morgadinho da Cubata, assim baprizado por mim, por te ter em cosndieração de uma fidalguia de alma, fosse capaz de retribuição tão baixa e porca.

Anónimo disse...

Toquei-te no ponto V. Foi o que foi.
.
Que mais pode ser senão um sentimento de Vingança atribuir culpas a outrém sem nada que o sustente?
.
Não é devido a qualquer alma o direito a defender-se?
.
Também pode ser a 'Mania', mas isso configura doença do foro psicológico e eu não queria ofender-te.
.
Em suma, é claramente um sentimento de Vingança para com um homem que odeias (hate, em inglês) ou te habituaste a odiar. O que quer que faça o homem esse tipo de pessoas atingem-no sem dó nem piedade. Pior, às vezes até forjam actividades para os culpar, se para tal tiverem poder, que não será teu caso.
.
Por isso é mera vingança. Talvez haja palavra mais adequada, mas agora não me ocorre nenhuma.
.
Rb

zazie disse...

Olha aquim ó imbecil- odiar é um sentimento pessoal. Que só se pode ter directamente contra alguém que se conhece a fundo e que pessoalmente nos fez o suficiente para se sentir esse sentimento.

Em toda a minha vida não me lembro de uma única pessoa por quem tenha sentido ódio.

Lembro-me sim, de ter cortado relações com algumas pessoas próximas.

Andei 8 anos em tribunal num caso que era pessoal- havia sim uma relação em que alguém se tinha tornado meu inimigo.

Venci-o. Nunca senti qualquer sentimento, apenas combate. Passados anos calhou de outra situação nos colocar à belinda- gramei ser magnânima.

E é essa magnanimidade de vencedora que sempre tive na vida.

Já ganhei vários processos em tribunal. Nunca perdi um único.

Pode demorar uma vida mas sempre fiz outra coisa que nada tem a ver com sentimentos de fracos, como o ódio- gosto que o equilíbrio seja reposto.

Sempre disse isso com quem tive combates- um dos que combateu, até chegou a citar-me- "tal como Aristóteles disse, a natureza tende para o equilíbrio".

E não deixo passar porque prefiro equilíbrios repostos.

Por dois motivos:

Porque não vivo a ruminar;
Porque não nasci para vítima.

O Sócrates é apenas um exemplo de uma decadência e vício que se entranhou no meu país.E que deu demasiados frutos e demasiados imitadores poltrões.

Sabe-me bem que o equilíbrio seja reposto.

Anónimo disse...

Pensando bem, a palavra adequada é mais a Ira ou Cólera e não propriamente a Vingança, porque esta é uma resposta a uma agressão.
.
A Ira é o sentimento humano de externalizar raiva e ódio por alguma coisa ou alguém. É o forte desejo de causar mal a outrem.
.
Rb

zazie disse...

Sou nietzshiana, meu caro.

Caso nunca tenhas reparado é isso que sou e sempre fui toda a vida.

Sempre dei no focinho em que está a pedi-las e nunca fiu vítima de ninguém.

Tenho a moral da seita das zundapps gamadas.

Uma moral de rua, em banditagens de rua, mas onde a palavra e a ética são lei- como nos filmes de série B.

A poltranice é outra coisa- um verdadeiro bandido tem asco dela.

zazie disse...

Por isso é que gostava do Dragão.

Porque ele não há-de ter nascido para santinho de pau carunchoso, do género que tu gostas.

Mas é pirata de outra maneira. De maneira da moral dos fortes e nunca da moral dos fracos ou pior, da moral dos assim, assim.

Os assim assim, complicam-me com os nervos.

Anónimo disse...

Não sei de que falas. O Dragão tem coisas fantásticas, e usa normalmente um estilo de ofensa generalizada, pouco brejeiro e com nível.
.
O que me interessa é que estás a resistir em pedir desculpas pelas ofensas.
.
Eu não tenho de entender os motivos porque ofendes nem perceber de que raça alienegena vens (nietschianos e randianos ou marcianos). Tu é que tens de respeitar, se quiseres dar-te ao respeito.
.
Rb

Marco Beemote disse...

Quem é esta badalhoca Zazie?
Uma ordinária que deita as mãos à cinta como se estivesse na lota do peixe.
Felizmente que isto é virtual senão levantava a saia e caíamos todos anestesiados.
Que merdosa.

Marco Beemote disse...

Que rota, que paneleira...

Mário disse...

"É uma malandrice!", diz Mário Soares sobre a prisão de Sócrates,um homem que foi "um primeiro-ministro exemplar".

Os liberais têm sido continuamente "enrabados" pelos princípios que defendem, que permitem que uns poucos se tornem "donos disto tudo".

A coragem verdadeiramente humana é apenas a defesa da verdade, não de "princípios" que os próprios nunca examinaram.

Anónimo disse...

Caro Mário,

Não são os princípios liberais, é o socialismo porra.
Ricardo + Sócrates...
Onde está o neoliberalismo?

Joaquim

muja disse...

V. diz que não há acusação. Eu não sei.

O juiz entendeu engaiolá-lo. Está no pleno exercício das suas funções.

Depois, como é que sabe que não se verificam as condições previstas na lei para engaiolar suspeitos? Viu o processo? Como é que sabe que ele não ameaçou ninguém?

Se não sabe - e não sabe porque não tem maneira de saber - para que está com merdas?

E porque só agora vem a preocupação com os pobres presos preventivamente? A última revisão do código penal, pelos vistos, foi no governo dele. Na altura V. e o resto das carpideiras podiam ter-se manifestado sobre esta questão. Mas nada...

Votou no vigarista, é o que é. E agora sente que está a ser moralmente metido na cadeia com ele, por sentir ter sido cúmplice moral da vigarice do gajo. E isso perturba-o. A si e ao tasqueiro, provavelmente.

É de uma infantilidade confrangedora, mas é a única explicação. Ou então são mesmo uns burros do caralho.
Das duas, três.

A terceira é serem do PS. Ahahah!

Mário disse...

Joaquim,

O socialismo não vale nada em termos económicos mas em termos políticos tem uma técnica aperfeiçoada de conquista de poder.

A dialéctica hegeliana permite não apenas dizer "não" hoje ao que ontem se disse "sim" mas também usar os "princípios" dos adversários (em especial dos liberais) para servir os seus próprios fins.

Mário disse...

Quem melhor compreende a economia marxista são os economistas liberais, que mostraram a sua inviabilidade.

Quem melhor compreende a liberdade política são os marxistas, que compreendem a sua validade para os seus próprios fins.

Nunca conheci um liberal com o mínimo interesse em saber o que é a liberdade. Ficam hipnotizados com os raciocínios elegantes que podem fazer com a "liberdade" e não conseguem descer mais à realidade.

Anónimo disse...

«Votou no vigarista, é o que é.»
.
Não votei, até porque resido fora do país. Mas se ler o que escrevi na época em que ele foi primeiro ministro fica perfeitamente esclarecido acerca do quão apreciava a governação do Sócrates.
.
Já o caro Muja, como se sentiu eventualmente enganado, aponta o dedo aos outros para esconder o facto de ter votado nele.
.
Olhe que não é vergonha alguma ter sido enganado. É a vida e serve-lhe sempre como experiência.
.
.
Voltando à vaca fria. Pois é, o juiz decidiu e está perfeitamente dentro das suas competências como atrás referi.
.
Mas se vc ler ou perceber o que escrevi verá que o que disse é que essa lei deve ser mudada e não o juiz. Mudada porque é má e injusta para qualquer um. Por acaso estamos a falar do Socrates, mas podiamos perfeitamente estar a falar de si. Ou de mim.
.
Se eu o acusar de pedofilia, e sendo vc inocente, fica no critério discricionário do juiz decidir se vc vai de cana ou não. E tem dias. Ele há dias em que decide que sim e há dias em que decide que não. Sabe porquê, não sabe?
.
As leis devem ser mudadas. Essas e as constitucionais.
.
O resto é conversa sua que revela que não faz distinção alguma entre a presunção de inocencia, acusação e culpabilidade.
.
Este juiz não lhe deu a preventiva porque Socrates é culpado ou foi apanhado em flagrante delito. Mas vc ainda não percebeu isso. Nem vai querer perceber porque é casmurrinho.
.
O juiz deu-lhe a preventiva por outras razões (perigo de fuga, tumultos sociais e poder alterar a investigação).
.
Veja se entende a ver se deixa de parecer aquilo que eu acredito que não seja.
.
Rb

Anónimo disse...

Se eu fosse o Juiz Carlos, perante as evidencias de que eu não poderia ter votado em Socrates porque estava ausente do páis, e perante as evidencias que só podia ter sido o Muja a votar nele, eu prendia-o preventivamente.
.
E depois vinha a Zazie a dizer que sim senhora que vc estava bem preso porque tinha votado no Socrates.
.
E o Rb dizia, epá, vamos ver, mas como é que o Juiz tem a certeza que o Muja votou no Socrates?
.
A Zazie argumentava que tinha fortes indicios porque alguém tinha dito que ouvira de uma fonte anónima ligada à Felicia que jura que viu o Muja a votar e pareceu-lhe ser no Socrates.
.
O Juiz ouviu tudo e na dúvida prendeu-o preventivamente porque achou que vc, embora os indicios sejam poucos, na verdade tem pernas para fugir, pode matar a Felicia e a Zazie que o acusa de ter visto e, vá, tambem o juiz considera que vc vai gerar uma onda tumultos na sociedade.
.
Está a imaginar a coisa?
.
Pois bem, com o Socrates é a mesma coisa.
.
E se a medida da preventiva não for além de uma semana ou duas parece-me adequado e razoavel.
.
Rb

simon disse...

"Parece-me que em Portugal prendem a ver se começam a investigar" Anonimo

Também acho. Se lhes apetece, acima de outro poder, visto como não há deus, a ver pela américa, síria, a líbia, iraque, ucrania, Palestina, Irão e o Afeganistão, além da mesma UE do parlamento europeu, atiram-se a alguém, ou simplório ou num que meio Portugal quer bater, e não há mais lei nem regra sobre quem assim pode, "se a regra é eu".
E então dá tempo, a ver se o dito chora, se descai e deita a culpar-se, fui eu, fui eu que matei, que roubei, que fiz isso tudo e mais que se viu depois, nenhum dos que antes de mim e hoje lá estão .

muja disse...

Pronto, é burro.

E assim sendo, é o que é.

Pois só um burro não percebe que se não se pode prender uma pessoa que tem manifesto poder para perturbar seriamente ou impedir uma investigação que se lhe faz, então nem há justificação para investigar nada. Porque não pode haver julgamento sem acusação, e nunca vai haver acusação sem investigação, e não há investigação séria se ele não estiver preso.

Sabemos que Sócrates tem esse poder: que tem o poder de abafar e travar investigações à sua pessoa e que tem o poder de subtrair provas importantes de um processo em curso, porque já o fez, várias vezes.

E o facto de ser primeiro-ministro quanto fez essas coisas e agora já não ser, não é relevante porque isso são coisas que não deveriam estar ao alcance de um PM pela própria definição da separação de poderes. Portanto, é lícito e plenamente justificado presumir que ele continua a possuir esse poder e a vontade de o aplicar em proveito próprio e quiçá de outros.

Foi o que o juiz fez e não seria sério se o não fizesse.

Isto para não falar nos importantes meios financeiros de que é senhor, e as múltiplas possibilidades de fuga que tal lhe permite.

E vir agora falar nos milhares de coitadinhos presos preventivamente é demagogia, para não dizer desonestidade e trampolinice. Porque isto só lhe ocorreu - a si e outros - quando Sócrates foi preso. Sócrates e apenas Sócrates.

E não ocorreria se Sócrates não fosse preso. Tanto que não ocorreu.

Não ocorreu e não ocorre: porque com Sócrates foram presas outras pessoas, que não são tidas nem achadas nas suas considerações.

Portanto, para além de burro, é humanista de pacotilha. Mas isso já eu sabia.






muja disse...

E mais, para acrescentar à acusação de burrice que lhe faço, sem precisar de o prender:

V. nem enxerga - na sua chico-espertice humanista de algibeira - que estar preso é o melhor que pode acontecer a Sócrates neste momento; porque, se ele realmente estiver inocente e/ou não puder ser provado culpado de nada, ninguém poderá acusá-lo de interferir na investigação.

A prisão preventiva é também uma forma, apesar de radical e severa, de proteger o suspeito.

Ele sabe isso certamente e o advogado dele também.

Mas contam com os burros e as carpideiras para fazer o trabalho de sapa da opinião pública e obter dupla vantagem desse facto.

Anónimo disse...

A sua lógica, cavalgaduresca, seria interessante se o mesmissimo juiz não tivesse considerado para Ricardo Salgado medida de coação sem preventiva, o que desmonta toda a sua argumentação. Porque esse já não tem recursos para fugir, já não pode interferir no processo. Imensamente mais rico e poderoso do que JS.
.
Nos dois casos aquele que mais perigo de fuga tem e interferencias em processo é obviamente a de RS.
.
Vc é que não quer ver porque não se desenvencilha das palas que o diabo lhe colocou.
.
Então a porra da pulseira não evitava que ele fugisse, oh cavalgadura, e que pudesse movimentar-se para destruir provas, guerreiro do demo?
.
Está na cara que, se a preventiva não for corrigida numa ou duas semanas (tempo razoavel), se trata de má fé e tentativa de humilhação.
.
E não. Socrates não é um comum cidadão. É um ex-primeiro ministro.
.
Não teria custado nada enviar um policia ao aeroporto e com reserva dizer-lhe para se dirigir atrás dele rumo ao DCIAP. Mas não, a ideia foi julga-lo antes de o acusar do que quer que seja. A ideia foi humilha-lo publicamente. A ideia foi talvez desferir um golpe na oposição.
.
A presunção de inocência já foi para o galheiro.
.
Vc acha que o Socrates ia fugir? Vc é tolo. Uma figura pública? ahahahaha
.
Mas enfim, a minha oposição não vai para com o juiz. Ele decidiu com base no que a lei lhe permite fazer. A minha objecção vai para a lei que permite ao juiz este tipo de discricionaridades.
.
Rb

Anónimo disse...

E depois, bem, e depois a sua argumentação é fantásticvamente parcial. Por um lado diz que a lei é igual para todos, por outro lado diz que JS tem de ser preso porque é especialmente forte e poderoso. EM que ficamos?
.
Tem que escolher uma versão?
.
Não pode ao mesmo tempo dizer que ele deve estar preso porque é especialmente poderoso e depois dizer que não é mais do que os outros e não especial por ter sido governante.
.
.
No tempo da outra senhora, um gajo pelo menos não tinha destes problemas. A corrpção era varrida para debaixo do tapete e o lápis azul fazia o resto. Mas nós sabemos como se passavam as coisas onde o poder não podia sonegar informação. Não há portugues que não tenha pago ao senhor policia com uma notinha no meio da carta. Milhares de pessoas escapavam à incororação para a guerra subornando as estruturas militares e médicas. Os fiscais nas fronteiras recebiam massas valentes para fechar os olhos a quem emigrava a salto. Autenticas fortunas se fizeram assim, aliás. Olhe, O dono do Bragaparques começou a vida a ganhar dinheiro a subornar fiscais para poder levar pessoal a monte.
.
Rb

muja disse...

Quantas escutas a Salgado foram cortadas a tesoura de processos?

Quantas escutas a Salgado foram consideradas irrelevantes pelo presidente do STJ, contra a opinião dos juízes que investigavam o assunto?

Quantas televisões tentou Salgado controlar e censurar?

Quantas investigações foram sistematicamente abafadas por Salgado na Procuradoria?

Quantos almoços teve Salgado com Procuradores e ex-Procuradores?

E cavalgadura é a puta que o pariu seu calhau.

Ele é especialmente poderoso sim senhor e não é apenas por ter sido governante. O juiz entendeu que o gajo era para prender e mandou prendê-lo. Lá saberá em concreto pelo que foi.

Mas V. preocupa-se tanto com a inocência do suspeito que dá logo o juiz como culpado de má fé e tentativa de humilhação mas depois troca a tinta e diz que, afinal, a culpa é da lei... quando a lei se aplica ao Sócrates. Os outros quem foram de cana já podem apodrecer lá...

Só paleio da pichota...
Vá-se catar pá.

Bem diz a Zazie que nestas alturas é que cai a máscara. Mas só para quem se deixa enganar por ela...

PS: Escusa de vir pedir desculpa como no outro dia porque não tem nada de que se desculpar. Quem dá o que tem a mais não é obrigado.



Anónimo disse...

Falta de berço, é o que é.
.
Rb

Anónimo disse...

Muja muja muja. A sua decência está à cota do nível do mar, para se poder estabelecer uma conversa normal.
.
A senhora sua mãe deve ser uma santa.
.
Já a minha, qualificada por si, anda pelas esquinas a vender-se.
.
Se mais fosse necessário as suas ofensas são o garante de que é um frustadito da vida que o que quer é chamar à atenção.
.
Pois de mim, meu caro, não a terá, porque vc não é digno.
.
Rb

simon disse...

E quem prendesse aí o muja, muja e mais uma zazie, que a tecer comentários se sentem nas suas quintas e não haverá maior paraíso que um tablete numa cela com tempo livre de sobra a cada um dos últimos detentores da verdade, se nenhum mais saberá bem onde ela anda, antes de esses dois saberem .

Anónimo disse...

Está-lhes no sangue. O Marquês bem sabia com o que podia contar.Comprou-os por 500 mil cruzados e importou outros tantos.
Estes nem marranos são, quanto mais portugueses.

Anónimo disse...

http://3.bp.blogspot.com/-qm6t71xbJWU/VHdDRfMBlhI/AAAAAAAAW4I/CJTN2Mx2k-Q/s1600/P%2B26%2B11%2B2014.jpg

muja disse...

Sim sim...

Frustraditos andam vocês que vos enfiaram o menino de oiro na gaiola...

ahahah!

Enxerguem-se.

muja disse...

Isso, leia aí o que anónimo deixou sobre a presumível inocência do menino de oiro.

Ahaha!

muja disse...

E tu ó simon, não eras tido nem achado antes de te enfiarem o menino de oiro no calabouço.

Agora dás aos cornos aqui e na Porta. Mas lá baixinho, que quanto mais aos cornos dão, maior é o enterro... e olha que há para lá muito para onde enterrar.