05 setembro 2014

Guerras por Princípios III

William Griffin claimed Winston Churchill made the following quote to him in an interview in 1936.

“America should have minded her own business and stayed out of the World War. If you hadn’t entered the war the Allies would have made peace with Germany in the Spring of 1917. Had we made peace then there would have been no collapse in Russia followed by Communism, no breakdown in Italy followed by Fascism, and Germany would not have signed the Versailles Treaty, which has enthroned Nazism in Germany. If America had stayed out of the war, all these ‘isms’ wouldn’t today be sweeping the continent of Europe and breaking down parliamentary government – and if England had made peace early in 1917, it would have saved over one million British, French, American, and other lives.”[9]


Churchill later denied he made these remarks but acknowledged the interview to Griffin in 1936.[10] William Griffin testified in a Congressional hearing that indeed Churchill made this statement.[11] Griffin would later sue Winston Churchill for $1,000,000 in a libel suit. In October 1942 the case came up in British courts. Griffin at the time was under indictment in the US on charges relating to sedition and was unable to appear in British courts. The suit was dismissed on October 21, 1942.[12]

en.metapedia.org/wiki/William_Griffin

6 comentários:

Anónimo disse...

Durante um cerco à cidade de Esparta, Filipe II da Macedónia envia a seguinte mensagem aos espartanos:

“Se não se renderem imediatamente, invadirei as vossas terras. Se os meus exércitos as invadirem, irão pilhar e queimar tudo o que vocês mais prezam. Se eu marchar sobre a Lacónia*, arrasarei as vossas cidades.”

Alguns dias depois o Rei recebeu a resposta dos espartanos, abriu a carta e lê somente uma palavra:

- “Se”.
.
Rb

Anónimo disse...

Um homem idoso estava a tentar encontrar um lugar para se sentar e observar os Jogos Olímpicos, à medida em que ia a cada ala.
.
Todos os outros gregos riam enquanto ele tentava passar. Alguns ignoravam-no. Depois de entrar na ala espartana todos os espartanos ficaram de pé e ofereceram ao idoso os seus assentos.
.
De repente o estádio inteiro aplaudiu. Todos os gregos sabiam que aquela era a coisa certa a fazer, mas os espartanos foram os únicos que a fizeram.
.
Rb

Euro2cent disse...

Os espartanos estavam proibidos de possuir ouro.

Deve ser, aliás, uma das grandes clivagens da história da humanidade - a diferença entre os que se interessam por ouro e os que nem por isso.

Os judeus ainda tiveram um rebate documentado com a cena do bezerro, mas depois arranjaram maneira de contornar a coisa, e passaram o "know-how" aos protestantes, em troca de um lugar à lareira.

No século XIX ainda havia uns protestos débeis acerca do "culto de Mammon", mas os fabricantes de sabão lavaram tudo mais branco, e já ninguém sabe sequer do que se fala quando se menciona tal coisa.

Portanto, isso da "coisa certa a fazer", agora rende exactamente quanto?

Anónimo disse...

ehehehe
.
bem esgalhado, euro2cent.
.
Rb

Alexandre Portugal disse...

Churchill, como homem brilhante que era, pode perfeitamente ter dito aquilo. Não estou a dizer que o disse: apenas afirmo que é minha convicção que podia perfeitamente tê-lo dito.

De resto, faz sentido, embora esses cenários baseados num bola de neve que, ao invés de descer o monte e engrossar, o sobre desinchando; sejam sempre feridos de credibilidade, uma vez que são falseáveis e facilmente rebatíveis por uma qualquer raciocínio consequencialista mais ou menos análogo ao de Cgurchill.

E, no entanto, essa análise não deixa de fazer sentido.

O mundo seria muito diferente, resta saber se para melhor...

http://pensamentoliberalelibertario.blogspot.pt

zazie disse...

ehehe Euro2cent sempre em grande forma