26 julho 2014

demography is destiny

Entre 1720 e 1750 a população total das colónias inglesas na América do Norte passou de 445 000 habitantes para 1 200 000.
Foi um aumento devido sobretudo à elevada taxa de natalidade, vinte e quatro vezes superior ao crescimento da população de Inglaterra.

Paul Johnson, in George Washington - The Founding Father

6 comentários:

pvnam disse...

Todos diferentes, todos iguais!...
---> Isto é: TODAS as identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta!...
{nota: Inclusive as de 'baixo rendimento demográfico' (reprodutivo)!... Inclusive as economicamente pouco rentáveis!...}
---> Uma NAÇÃO é uma comunidade duma mesma matriz racial onde existe partilha laços de sangue, com um património etno-cultural comum.
---> Uma PÁTRIA é a realização de uma Nação num espaço.
Leia-se:
- os 'globalization-lovers' que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa!
.
.
P.S.
Separatismo-50-50.

Anónimo disse...

Os ancestros do actual presidente americano entrao nestes numeros?
E que no periodo que vai de 1.700/1790 foram "importados" mais de 300.000 ...

Luís Lavoura disse...

Por sua vez, a elevada taxa de natalidade era permitida e incentivada pela abundância de recursos - nomeadamente terra - disponíveis.
Em última análise, foi essa abundância de recursos que permitiu o crescimento e a independência dos EUA.
Note-se, porém, em contraposição, que outros países similares aos EUA - o Canadá, a Austrália e a Nova Zelândia - nnca optaram pela independência.

Anónimo disse...

Caro Luís Lavora,

Leu o livro? É uma biografia excelente.

Joaquim

Luís Lavoura disse...

Joaquim,
não, não li o livro, nem vou ler. Não me interessa especialmente a vida de reis nem de presidentes.
Washington foi um personagem especialmente asqueroso, do ponto de vista moderno. Foi ele quem disse que os índios eram "lobos sob a pele de homens".

zézinho disse...

E ainda não havia viagra.