25 abril 2014

um cheirinho a marfim

25 de Abril

11 comentários:

Anónimo disse...

Há tanta gente k se diz enganada... encornada
Bem apanhado

Pancho Roble disse...

:) Desculpe. Coitado dos animais. Em marfinite, plástico, pau…

zazie disse...

ehehehe

Anónimo disse...

Acabei de enviar a declaração de IRS para as finanças. Porra! Mas ainda não chega de xuxalismo e de chulocismo? Quando é que vem um 25 de Abril para nos livrar deste 25 de Abril?
A propósito desta data negra: quando é que alguém pergunta ao fantástico Vasco Lourenço, como é que conseguiu ser tão cobarde, traidor, e racista, com os portugueses pretos que combateram por Portugal no Ultramar?
Ass.: um gajo completamente f@d...** com esta m€!** de regime.

Anónimo disse...

Essa do cheirinho a marfim não será piadola à família de traficantes que se forneciam na jamba???

Anónimo disse...

O que Marcello Caetano escreveu no exílio sobre a abrilada:

"Em poucas décadas estaremos reduzidos à indigência, ou seja, à caridade de outras nações, pelo que é ridículo continuar a falar de independência nacional. Para uma nação que estava a caminho de se transformar numa Suiça, o golpe de Estado foi o princípio do fim. Resta o Sol, o Turismo e o servilismo de bandeja, a pobreza crónica e a emigração em massa.”
“Veremos alçados ao Poder analfabetos, meninos mimados, escroques de toda a espécie que conhecemos de longa data. A maioria não servia para criados de quarto e chegam a presidentes de câmara, deputados, administradores, ministros e até presidentes de República.”

lusitanea1

Anónimo disse...

Ui!!!!. Esta doeu mesmo!...
Sobre a festa dos cornos nos Açores, desconhecia mas está muito bem apanhada!

Sobre o Marcelo Caetano só digo uma coisa: um "Nostradamus deste calibre devia ser elevado à honra do altares.

No mínimo, os seus ossos deviam repousar no Panteão Nacional....

Porque acertou em cheio no Euro-Milhões, com 40 anos de avanço.

Embora, em paralelo também haja uma outra saga: Um mau político, pode ter outras aptidões!

Rui Alves disse...

Caro lusitanea1
Consegue indicar-me por favor em que obra de Marcelo Caetano constam as passagens que citou? Terá sido em "Confissões no Exílio"?

Anónimo disse...

Rui Alves.

As citações foram retiradas da obra "Asa Minhas Memórias de Salazar".

lusitanea1

Rui Alves disse...

Obrigado pela informação, Lusitanea1.

Maleficus disse...

Bom dia.
Será possível colocar um "scanner" desta citação para poder cahamar mentiroso a um indivíduo.
Explico através deste post no blogue respectivo:

http://pleitosapostilas.blogspot.pt/2014/04/resquicios-de-ma-consciencia.html

Obrigado