30 março 2014

tudo se arranja

Quando há tantas crianças em Inglaterra necessitadas de famílias de adopção, é sempre bom constatarmos que a instituição do casamento continua forte.

5 comentários:

mujahedin مجاهدين disse...

Isto é filme de terror.

Sabendo até que ponto as redes pedófilas estão infiltradas no Estado e nos serviços de assistência, isto é filme de terror.

zazie disse...

Nesse caso não faço ideia. Agora o que é incrível é haver proibição de se falar do que aconteceu por haver processo em tribunal

Mas também é um facto qeu um casal com 5 filhos, em que só um trabalha numa treta qualquer e vivem de rendimento mínimo, se não forem minoria, tramam-se.

Se fossem minoria classificada, tinham apartamento pago em bairro de luxo londrinio, com nº de quartos por nº de filhos. E nem o pai precisava de trabalhar.

É exagero oposto ao nosso, onde se fala mais do que acontece em tribunal.

De resto, estas modas são prot, caso não saibam.Todo o politicamente correcto é anglo-saxónico.

zazie disse...

Mas, sequeem ter uma ideia do qeu pode vir por cá é lerem o que defendem as principais responsáveis de merdas de "apoio à vítima" e defesa dos direitos das crinaças e assim.

A pombinha da dulcinha que tem alto cargo no Tribunal de Famelga milita por adopção para rabetas.

Pedro Sá disse...

Finalmente alguém que percebe que isto do casamento gay é algo de profundamente conservador.

Pedro Sá disse...

Abolição jurídica do casamento JÁ.