19 maio 2014

o que não se vê

Artigo do André Azevedo Alves no Nº1 do OBSERVADOR

2 comentários:

mujahedin مجاهدين disse...

Mais um dr. da mula ruça económica...

Está lá um comentário que diz tudo:

"Uma teoria perfeita, ou não viesse ela de tão conceituado catedrático, mas… como vamos resolver a prática comum em Portugal de que tudo o que é liberalizado… sobe… sobe. sobe… ???"

Pois. Sobe sobe sobe... saberá o dr. mula ruça explicar porquê? Hã? Que diz?! Ah! Não diz nada, pois...

Pedro Sá disse...

Anarco-capitalismo puro e duro. Veja-se nas telecomunicações, se não fossem os controlos de preços a vários níveis grossistas era tudo muitíssimo mais caro.