01 junho 2018

dos Vinhos

O advogado José de Freitas, testemunha de acusação, conhecia de tal modo o património do réu e outros aspectos da sua vida pessoal que, quando chegou a altura da advogada de defesa o interrogar, perguntou-lhe se conhecia também a sua carreira académica. Ele respondeu que não. Até já ouvira tratarem-no por Professor mas talvez fosse

a) por bondade dos outros
b) porque ele é de facto
c) porque não é
d) porque é nos mesmo termos do Professor Paulo Rangel
e) idem do Professor Vasco Moura Ramos

e, perguntado sobre se conhecia a naturalidade do réu, respondeu:

f) Figueiró dos Vinhos
g) Porto
h) Lisboa
i) Águas Santas
j) Fátima

2 comentários:

Manolo disse...

a)
g)

Anónimo disse...

a), g)