17 abril 2015

Rato

O Sócrates espanhol foi constituído arguido (creio que será a tradução de imputado) mas não ficou em prisão preventiva.

56 comentários:

Ricciardi disse...

Sócrates só sairá da preventiva quando os senhores investigadores se dignarem a apresentar trabalho e formarem uma qualquer acusação. Ou, ainda, sairá da preventiva por excesso de tempo definido pelas leis. Daqui a um ano talvez a investigação consiga formar acusação e leva-lo a tribunal onde pode defender-se.
.
Parece que o perigo de fuga (argumento ridículo usado) já não procede. Nem o de perturbação social. Permanece o argumento de poder atrapalhar a investigação. Mas o mais provável é o argumento não explicito q a sua libertação poderia atrapalhar as eleicoes. Talvez depois das eleições o homem já não atrapalhe as investigações.
.
Note-se bem: o homem não está preso preventivamente por ser culpado. Está preso porque pode atrapalhar a investigacao.
.
Rb

Luís Lavoura disse...

"Sócrates espanhol"?! Ele é do partido de direita!

Ricciardi disse...

Os ingleses dizem q a nossa justiça tem resquícios e tiques pidescos. E é bem verdade. Enquanto q num pais desenvolvido se investiga para poder deter, por cá prende-se para investigar e depois, bem, e depois logo se vê se se formula acusação.
.
Na semana passada foi noticiado outro caso. Prenderam um rapaz inocente indiciado de pedofilia. Já se comprovou q não foi ele, mas continua preso. Se tivessem feito a analise de imediato ele não estaria preso.
.
A preventiva justifica-se por tempos curtos, sem contar com o flagrante delito. 15 dias. Tops. Não se justifica para tempos destes onde um gajo fica preso por falta de diligência das autoridades.
.
O MP coça o esquerdo e depois coça o direito e se se meterem as férias pelo meio adia a formulação da acusação para não atrapalhar as vizinhas.
.
O caso madof foi resolvido em poucos meses. Indiciado, acusado e julgado. O caso Sócrates no mesmo tempo ainda vai na parte do indiciado. Ainda nem acusação foi produzida.
.
Se à falta de meios não pode ser a clientela a pagar.
.
Se não à falta de meios então é uma porra de uma incompetência dis diabos.
.
Daqui a 7 anos, juro, o caso ainda não terá sido julgado.
.
Rb

Mais um ataque de socretinismo disse...

Há fotos do indivíduo a ser detido.
Horror, não respeitaram o segredo de justiça!
Se é para comparar, pode-se também fazer o exercício sobre o que sucederia a um criminoso como Sócrates no sistema americano.
Parece que o limite da pena não seria 10 anos.
Escolhe-se as singularidades que dão jeito.

Anónimo disse...

O Portugal Contemporâneo tornou-se a sucursal do Jugular para @s viúvas socretin@s.

Ricciardi disse...

Apanhava um "ror" de anos de prisão, mas lá não andam a "empatar fodas" a brincar ao prende para depois desprender.
.
Rb

Anónimo disse...

Nos EUA Sócrates não estaria em prisão preventiva sem acusação.
E sim, se estiver culpado 10 anos são pouco.

Joaquim

José José disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José José disse...

A comparação com os EUA é completamente pateta, extremamente enganadora, e perversa! Desde logo nos EUA não há Noronha do Nascimento, Cândida de Almeida, e Pinto Monteiro para impedirem qualquer tipo de investigação a um Sócrates. Há é um Kenneth Starr que até tentou fazer omeletes sem ovos - imagine-se o que ele seria capaz de fazer com os ingredientes proporcionados pelo Sócrates...
Como se não bastasse, há uma polícia que tem meios para investigar, e jornalistas que trabalham para publicar boas histórias.
Já chega de diferenças, ou é preciso ser mais claro?

zazie disse...

Já toda a gente foi mais clara e explicou que lá pode-se investigar uma pessoa sem que ela saiba, enquanto que cá só depois de ser considerada arguido.

Mas não interessa, socretino é besta, não quer saber, quer fazer propaganda de gostar de ser encornado por socialistas.

zazie disse...

Socretino é tão besta e tão hipócrita que é capaz de dizer que o 44 é preferível ao Carrilho porque o segundo sabe-se (antes de julgamento) que é culpado de ter batido na mulher, enquanto que o 44 é inocente até do óbvio ululante.

Anónimo disse...

O Carrilho sabe-se que bateu na mulher?

Como sabe? Ele disse-lhe?

Não brinque cara zazie. Você presume, ou então é fortemente influenciada pela comunicação social.

PA

zazie disse...

Precisamente, o que eu acabo de dizer é que os socretinos tomam por provado que bateu na mulher, enquanto que tomam por mentira que o 44 seja gatuno!

Foi isto que escrevi.

Não há prova alguma nem acusação formada sobre o Carrilho: há denúncia dos 2, reciprocamente.

zazie disse...

Eu fiz ironia:

-... porque o segundo sabe-se (antes de julgamento) que é culpado de ter batido na mulher, - dizem eles, os socretinos e escreveu um deles aí em baixo) enquanto que o 44 é inocente até do óbvio ululante.

zazie disse...

É ler aqui:

https://www.blogger.com/comment.g?blogID=19195748&postID=2432709344002194696&isPopup=true

Ricciardi disse...

Ricciardi disse...

Na verdade o pessoal enfeudado nos partidos, clãs e tribos não consegue ser imparcial e ter capacidade de julgamento. Atiram-se aos indiciados, em vez de apreciar o sistema que leva a condenações antecipadas sem lugar a julgamento de facto.
.
Os juízes são pessoas e como tal também tem taras, virtudes, manias, credos, tendências. E, portanto, não são os juízes os culpados. Os culpados são os partidos que aprovam leis na assembleia. Leis pérfidas que permitem que pessoas com taras, virtudes, manias, credos e tendências, tenham o poder absoluto sobre a liberdade dos cidadãos e, sobretudo, um poder arbitrário e desmesurado nos tempos de decisão.
.
Este rapaz que foi preso preventivamente por indícios de pedofilia está inocente. Está preso há 1 ano.
.
Ora, se tivesse q escolher, eu prefiria um sistema q pudesse cometer o erro de libertar um culpado, do q este sistema q pode prender por 1 ano um inocente.
.
Não deve haver cousa mais reprovável do q condenar um inocente. Mais reprovável do q cometer o eventual erro de libertar um culpado.
.
É uma questão moral e nada jurídica.
.
Se os cidadãos precepcionam q são metidos na choldra antes de se puderem defender, o mais provável é q, ao mínimo sinal de q estão a ser investigados, preparem a fuga. Pelo q sei agora, e com estes exemplos mais mediaticos, se eu soubesse q estava prestes a ser injustamente detido preventivamente , basava de imediato. Não há confiança de justiça. Parece-me um luta a ver quem consegue ganhar pontos jurídicos, e espaco mediatico, desconsiderando os detidos por completo. Estão se a marimbar se o rapaz indiciado por pedofilua fica 1 ano ou 2 anos. São as leis, palerma, são as leis.
.
Rb

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Euro2cent disse...

> Nos EUA Sócrates não estaria

Bijan. Fatinhos a 50k. "No visible means of sustent". Prisa.

Só cá é que estas tretas se fazem com este desplante.

Os ianques andam nisto há mais de 200 anos, já a sabem toda, os livros e discurso são pagos por outros, não é como estes toscos.

Que gaita, já devia saber isto.

Euro2cent disse...

> já a sabem toda,

Quer dizer, por exemplo a Hillary teve uma mão do catano na bolsa durante uns meses nos idos de 80 ou 90.

Limpinho. Agora vai a presidenta.

Anónimo disse...

«Ora, se tivesse q escolher, eu prefiria um sistema q pudesse cometer o erro de libertar um culpado, do q este sistema q pode prender por 1 ano um inocente.»

Fantasticamente politicamente correcto…!

Pois eu se tivesse que escolher preferia um sistema em que os presumíveis «inocentes» ficavam à guarda, e em casa, de um dos que preferem um culpado solto, que um inocente preso. Ah! E se enquanto estivessem à guarda do samaritano lhe fizessem alguma coisa, azar: o samaritano não se podia queixar.

Harry Lime disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Harry Lime disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Harry Lime disse...

Mesmo que não seja culpado de bater na mulher, o Carrilho é culpado de ser um notório imbecil. Mas também ninguém aqui está a defender a prisão preventiva para o Carrilho.

O 44 é o tipico politico de provincia que de repente se viu ao leme de um governo nacional e continuou a operar da mesma maneira.

É correcto? Claro que não. Mas pelo menos não zupou na mulher :):):)

Rui Silva

Rui Alves disse...

Rb

«Ora, se tivesse q escolher, eu prefiria um sistema q pudesse cometer o erro de libertar um culpado, do q este sistema q pode prender por 1 ano um inocente.»

Mesmo que o presumível culpado fosse um serial killer ou um violador que andasse a apavorar um bairro?

Anónimo disse...

25 milhões caídos do céu. Querem melhor prova de corrupção ?

zazie disse...

Se eles vivem da árvore das patacas e também acreditam que os ordenados caem do céu...

Xuxa é assim- vive num mundinho faz de conta e adora projectar nos ciganos riquinhos que nem precisaram de ser porcos capiltalistas para terem nome na monta do Bijan.

Ricciardi disse...

Nesses casos, crimes de sangue, devem ser controlados pelas autoridades. Nos outros não.
.
Rb

Ricciardi disse...

Certo, tb penso isso.

Ricciardi disse...

Nesses casos, crimes de sangue, devem ser controlados pelas autoridades. Nos outros não.
.
Rb

Anónimo disse...

Ricciardi quantas vezes é que foi vítima de um crime, e já agora qual é que ele foi? E com a indulgência do dono do blog mais uma pergunta: se um gajo lhe rebentasse com o cu todo, e seguir lho enfiasse na boca, e ao seu pai e à sua mãe, continuava a ser tão peace and love?

Rui Alves disse...

Mas, Ricciardi, o âmbito de crimes de sangue é limitador.

E se for um indivíduo suspeito de apavorar uma localidade com assaltos à mão armada, mas que até à data ainda só tenha ameaçado com arma sem contudo ter assassinado, ferido ou magoado alguém?

E se for um suspeito de destruir e vandalizar a propriedade pública e privada pela calada da noite, sem contudo atentar contra pessoas?

Ricciardi disse...

Se...

Ricciardi disse...

Se.

Ricciardi disse...

E se for v.exa. erradamente indiciado de cometer essas coisas todas e levar com 1 ano e meio na choldra?
.
A resposta é coisa simples. Prendam-se preventivamente os suspeitos, mas façam-no com diligência. Um suspeito é apenas um suspeito. E pode ser vc ou eu, q merecemos ser acusados ou não num espaço de tempo razoável. Ninguém deve ser preso por maus de 15 dias. Tempo mais di q suficiente para formular uma acusação.
.
Os casos de flagrante delito não merecem discussão. Se alguém é apanhado a assaltar vai preso imediatamente.
.
Por outro lado, casos q não impliquem violência física não devem ser sujeitos a preventiva. No maximo, como no caso di Sócrates, deve ser usada a pulseira electrónica.
.
Rb

Ricciardi disse...

A pulseira controla o "perigo de fuga" e "desordem social" mas também o argumento de "atrapalhar a investigação".
.
Não vejo necessidade em casos onde não se trata de pessoas violentas ou com antecedentes q se metam na prisão.
.
Sai mais barato ao estado e garante uma certa dignidade a quem ainda não foi acusado de nada e q se presume inocente.
.
Rb

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricciardi disse...

De resto, nesta matéria, partilho todos os argumentos da Igreja católica. Argumentos limpos, com bom senso e sem partidarites à mistura. Não é peace and move é mais a dignidade das pessoas q merecem ser tratadas com diligência para q uma preventiva não se transforme numa condenação antecipada.
.
Rb

Anónimo disse...

Ricciardi,
Às pessoas aplicam-se os direitos do homem, aos animais os direitos dos animais, e às bestas devem aplicar-se os direitos das bestas.
Regista-se que foi evasivo a todas as perguntas e observações incómodas que lhe fizeram em cima. Isto de defender o peace and love é bom quando o mal bate à porta dos outros...
Por último saliento-lhe que as consequências de um crime de colarinho branco podem ser tão violentas como as de um crime de sangue. Por exemplo não ter dinheiro para pagar os tratamentos de um filho doente, ou deixar de ter dinheiro para pagar o lar - e olhe que não estou a puxar muito pela imaginação...

Rui Alves disse...

Ricciardi

A pulseira controla o "perigo de fuga" e "desordem social" mas também o argumento de "atrapalhar a investigação".

Como? Considera que a pulseira electrónica afasta o perigo de apagamento de emails, de remoção de ficheiros ou de destruição de documentos físicos?

E concordo com o anónimo acima. De facto na antiguidade houve civilizações onde o crime económico era merecedor de pena capital, precisamente pelo tipo de razões que ele exemplificou.

Ricciardi disse...

Na sua cabeça um crime de colarinho branco pode ter as consequências q a sua imaginação quiser.
.
Qto ao mal bater na porta dos outros depende da perspectiva. Se VC fosse o presumível inocente preso 2 anos talvez mudasse de opinião.
.
Rb

Ricciardi disse...

Não acho q evite nada disso estando na prisão ou detido em casa. É indiferente. Pode fazer tudo isso nas duas situações. O q acho é q para evitar q o possa fazer 15 dias bastam para mandar congelar contas, contas de email etc. Foi exactamente o q fizeram com o madof.
.
Rb

Ricciardi disse...

O caso do rapaz inocente indiciado de pedofilia é lapidar. Afinal, bastava fazer uma análise q demora 1 dia a dar resuktados, para demonstrar q era inocente. Mas não, ficou um ano preso injustamente. As autoridades estão se a cagar. Tem tempo de sobra para agir. Esperam até ao fim dos prazos para agir. Sem qualquer diligencia.
.
Ora, é isto q deve mudar. Os tempos de preventiva. É inadmissível q continue esta pouca vergonha.
.
Rb

Ricciardi disse...

Não são os cidadãos q tem de se adaptar à eventual falta de meios ou laxismo das autoridades. Não. São as autoridades q tem de andar da perna para diligenciar a acusação.
.
Se a preventiva, em vez de ter um prazo maximo de 1,5 anos, fosse de 5 anos VC continuava a usar is mesmos argumentos.
.
Rb

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricciardi disse...

Mas olhe lá, qdo usar argumentos podia acompanha-los com alguma lógica. Então, quer dizer, um putativo criminoso de colarinho branco pode gerar violências indirectas de pagamentos de lares, tratamentos de filhos etc (a imaginação pode dar para tudo), mas esquece-se, ou omite propositadamente, q um preventivo inocentemente preso está directamente impedido de pagar lares, tratamentos de filhos etc.
.
Que luta de lógica é essa?
.
Rb

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José José disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José José disse...

Ricciardi,
Uma boa lei tem dois grandes objectivos: desincentivar a prática do crime, e repor a situação tal como ela se encontraria se o crime não tivesse sido praticado.
Ora nada disto decorre do que escreveu.
Assim, das três uma: ou você é um teenager com tendências para o hippie, ou tem um QI duma galinha, ou pura e simplesmente disparatou - coisa que, não se preocupe, acontece aos melhores.

Ricciardi disse...

Parece-me bem repor a situação. E até sugeria q, na eventualidade de não ser possível eliminar os efeitos de uma preventiva erradamente estabelecida, se pudesse colocar o José José a experimentar a mesma pena e, concomitantemente, repor os rendimentos perdidos por tal decisao. Em alternativa podia dar-se à escravatura até saldar o prejuízo moral e financeiro levianamente cometido.
.
No entanto, se o José José quiser ir mais além, e aprender alguma coisinha, deixo-lhe um link de pessoas com QI equivalente ao meu, hippies QB, e completamente disparatados.
.
Vá, leia, a ver se a parvoeira lhe passa:
.
https://www.google.pt/url?sa=t&source=web&rct=j&ei=9600VbqBM6uu7Ab6zYHAAw&url=http://www.oa.pt/Uploads/%257B29AD76D5-7664-4338-84AD-C93ED233F84A%257D.doc&ved=0CDQQFjAJ&usg=AFQjCNFc4soksiVKsvD1pq8fx-Umo0jHoA&sig2=zgN96gpKy_HgXtSewvcn8w
.
Rb

Ricciardi disse...

Parece-me bem repor a situação. E até sugeria q, na eventualidade de não ser possível eliminar os efeitos de uma preventiva erradamente estabelecida, se pudesse colocar o José José a experimentar a mesma pena e, concomitantemente, repor os rendimentos perdidos por tal decisao. Em alternativa podia dar-se à escravatura até saldar o prejuízo moral e financeiro levianamente cometido.
.
No entanto, se o José José quiser ir mais além, e aprender alguma coisinha, deixo-lhe um link de pessoas com QI equivalente ao meu, hippies QB, e completamente disparatados.
.
Vá, leia, a ver se a parvoeira lhe passa:
.
https://www.google.pt/url?sa=t&source=web&rct=j&ei=9600VbqBM6uu7Ab6zYHAAw&url=http://www.oa.pt/Uploads/%257B29AD76D5-7664-4338-84AD-C93ED233F84A%257D.doc&ved=0CDQQFjAJ&usg=AFQjCNFc4soksiVKsvD1pq8fx-Umo0jHoA&sig2=zgN96gpKy_HgXtSewvcn8w
.
Rb

José José disse...

Ok Ricciardi estou esclarecido: vá lá catar as borbulhas - com a idade não vai ficar mais esperto mas é capaz de ficar menos histérico.

Ricciardi disse...

Ainda bem José José q ficou esclarecido. Às vezes custa a perceber, eu sei,l - o diabo proporciona frequentemente uma visão distorcida das coisas - mas os argumentos sérios, honestos e morais devêm do Altíssimo, pelo q cantam os anjos nos céus qdo uma ovelha perdida encontra o rumo certo.
.
Não é importante a minha pessoa, nem as borbulhas da idade mental. Não. O q é importante é q a sua alma evolua, apesar de tudo, com os argumentos q lhe forneci.
.
Rb

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.