31 dezembro 2014

o pior "filme" de 2014


O pior de 2014 foi a prisão do ex-primeiro-ministro José Sócrates. É um filme rasca que nos diminui e enfraquece a todos.
Se Sócrates estiver inocente a sua prisão é uma comédia foleira. Se estiver culpado é uma tragédia, por termos tido um vigarista como primeiro-ministro.
Em qualquer dos casos, a sua injustificável prisão preventiva já prejudicou bastante o País. Deu uma imagem terceiro-mundista da justiça.
Para mim, e numa nota pessoal, a prisão preventiva de Sócrates teve outra nuance que não esperava. Permitiu-me perceber que quase não há liberais entre nós. Em Portugal, o tribalismo sectarismo sobrepõe-se à paixão pela liberdade.

15 comentários:

Anónimo disse...

Desde quando a liberdade é um valor supremo e absoluto?

Anónimo disse...

http://maislusitania.blogspot.pt/2014/12/o-artesanato-faz-negocio.html

Anónimo disse...

Caro anónimo,

Desde que a Vida é um valor supremo.

Joaquim

PS: Para os nazis e comunas a vida não é um valor supremo e é por isso que não ligam nada à liberdade.

Anónimo disse...

Caro Joaquim,
Ao ler o seu último parágrafo, por um momento pensei que ia dizer que a prisão do Sócrates tinha-lhe permitido acordar para a injustiça da prisão preventiva.
Pelo que tenho lido, para si isto só foi um problema a partir do momento em que saiu na rifa ao Sócrates.
Antes de se armar no paladino da liberdade, talvez deva interrogar-se onde estava a sua paixão pela liberdade antes do prisioneiro 44. Adormecida? Ou será que vc tb só é *liberal* de vez em quando?
Cumprimentos e votos de um bom ano,
Zeze

IFDL disse...

Bom dia,

Vamos então falar de liberdade.

O facto de o parvalhão do imbecil do eng. Pinto de Sousa ter falido o estado limitou substancialmente a minha liberdade económica.
A minha liberdade económica é muito mais importante que a liberdade do eng. Pinto de Sousa de dar largas à sua estupidez, sendo certo que a sua prisão preventiva não é mais do que um efeito colateral desse exercício.

Anónimo disse...

http://blasfemias.net/2014/12/31/violencia-domestica-e-prisao-preventiva-ii/

(zzzzzzz... Joaquim a dormir...)

;-)

Zeze

Anónimo disse...

Deu-vos agora pra marrar na prisão preventiva.

Não há pachorra !

Muito vocês gostam do 44.

E já agora, antes do 44 ir de cana, onde estava a vossa indignação contra a prisão preventiva ?

E a vossa indignação, onde estava, enquanto o 44 alegremente e durante 6 anos, fodia o país ?

Anónimo disse...

Não é uma tragédia. É antes um excelente sinal! Não foi a primeira vez que tivemos um ladrão a governar a coisa pública, e é inútil ter ilusões: não será a última. Nem em Portugal nem em nenhum outro sítio do mundo. O importante a reter do «filme» é que o ladrão está engavetado, e se tudo correr como é razoável que corra, durante muito tempo os fatos do Pinto de Sousa serão todos de tecido às riscas.
JM

marina disse...

pois eh , JM , se o caso 44 cumprir funçao dissuasora de futuros escroques jah eh bem bom.

Euro2cent disse...

> Desde que a Vida é um valor supremo

Curioso, pensava que os verdadeiros amantes da liberdade estavam dispostos a dar a vida por ela.

Ou, pelo menos, a vida dos outros. Sic semper tyrannis, etc. A lista dos assassinatos dos defensores da liberdade é longa e infame.


(Não fui eu que fiz a pergunta original, mas podia ter sido. Como se vê, há alguma confusão teológica de valores supremos por aqui.)

José Lopes da Silva disse...

Ó Joaquim, será também o JM Tavares um liberal, pelo que tem escrito nos ultimos dias? Bom Ano Novo!

Anónimo disse...

"PS: Para os nazis e comunas a vida não é um valor supremo e é por isso que não ligam nada à liberdade"

Pergunte ao Pedro Arroja, se ele considera o Salazar, nazi ou comuna.

Anónimo disse...

http://portadaloja.blogspot.pt/2014/12/a-defesa-do-recluso-44.html

Carlos Reis disse...

Caro anónimo das 11.40
A caneca apresentada não foi feita artesanalmente, portanto não é artesanato,mas sim indústria. Escreva só do que percebe, como por exemplo prisões preventivas.

Anónimo disse...

http://portadaloja.blogspot.pt/2015/01/os-romeiros-do-infortunado-e-seita-do.html