17 outubro 2014

bolchevismo

Agredir, insultar ou apenas desobedecer a ordens de funcionários das finanças vai passar a ser punido com multa ou pena de prisão que pode ir até aos cinco anos, a partir do próximo ano. A proposta de Orçamento do Estado para 2015 estabelece, "para efeitos do disposto no Código Penal", que os funcionários do fisco são "investidos de poderes de autoridade pública".

PS: Eu pensei que estava a ler o Inimigo Público

16 comentários:

ricardo disse...

Os malfeitores têm medo de quê?

Anónimo disse...

Caro Ricardo,

Cuidado. Malfeitor é um insulto.

Joaquim

Anónimo disse...

Zazie,

Agradeço que não se refira ao fisco, no PC, com o seu habitual léxico vernáculo. Não temos tempo para ir a tribunal prestar declarações.
Em particular evite chamar-lhes imbecis, bestas, atrasados mentais, fufas ou paneleiros.

:-)
Joaquim

zazie disse...

ehehehe

Pois acredite que ainda esta semana disse a uma dessas cretinas vá bardamerda!

E foi certeira porque a estúpida estava a gozar e dar informações erradas.

zazie disse...

E foi pior. A chamada era gravada mas a imbecil é que se tramava se fizesse queixa.

Quando a estúpida teve a triste ideia de dizer que eu estava ilegal, eu respondi-lhe que ilegal havia de estar a coizinha dela por falta à inspecção sanitária

":OP

Portanto, já sabe. Se um dia for a tribunal não vai ser por coisa pouca como a do Viegas.

Rui Alves disse...

Em particular evite chamar-lhes imbecis, bestas, atrasados mentais, fufas ou paneleiros.

eheheh

Rui Alves disse...

Portanto um professor pode ser agredido por um aluno na sala de aula, mas o mesmo professor que se livre de melindrar um funcionário do fisco.

marina disse...

Até pode ser fixe...se ficarmos sem cheta e precisarmos de cama comida e roupa lavada já temos crime que dá direito a isso . espero que seja crime público :)

ricardo disse...

Quando forem às finanças levem um tubo de vaselina e obedeçam...

Euro2cent disse...

Estão mas é a rentabilizar ainda mais os funcionários. Tipo as (extintas) barracas de tiros das feiras.

Podiam pôr uma tabela de preços à porta:
- Mandar para a outra banda: 50 euros
- Contestar a inteligência: 75 euros
- Duvidar da paternidade: 100 euros
- Insultar a orientação sexual: 250 euros*
(* metade reverte para financiar organizações LGBT, ahah.)

Neyhlup Josand disse...

À parte a questão de desobedecer a ordens, tudo o resto não é assim tão descabido(penas ou multas por agressão ou insulto) tal como o deveria ser( desconheço se o é) para qualquer outra pessoa, esteja ou não no exercício de actividades "investidas de poderes de autoridade pública".
Todos devemos ter direito ao bom nome e à honra.

Anónimo disse...

Essa lei não se aplica a animais. Life always find a way.
.
Basta por um cão a rosnar para o fiscal e o dono a dizer palavrões ao cão mas dirigidos ao fiscal. Cale-te meu cabrão. Desaparece daqui paneleiro da merda. Vais levar nos cornos. Casota.
.
Rb

zazie disse...

ehehehe

Essa é uma maraavilha

Cfe disse...


Isso é uma porta para confusão. No Brasil existe o crime de "desacato a funcionário público" o que na prática dá origem a tentativa de subjugar o utente.

Mas já há jurisprudência considerando aceitável atitudes mais enérgicas perante situações inaceitáveis.

Anónimo disse...

Joaquim,lembras-te de cada uma...se a gaja do fisco for uma mula do caraças a pena de te meteres com ela ainda pode dar prisão agravada. Os gajos ainda se vão lembrar de contratar gajas assim é tal desde que lhes dê guita.

Enquanto isto corre há outras áreas tipo bagunça total.

Enfim- " UM PAÍS DOIS SISTEMAS "

Anónimo disse...

Depois do maçonado da asae andar a perseguir as pequenas empresas, criam agora uma asae para nos perseguir a todos nós. Bando de filhos da puta. Os seguintes devem ser os gatunitos da emel.
E crime é só insultar os cães do confisco, ou já atribuíram estatuto ao próprio confisco? Ainda se poderá dizer estes impostos, taxas, etc, são uma roubalheira?
Claro que uma coisa destas não é inconstitucional! em Portugal a constituição não serve para defender as pessoas dos abusos do estado todo-poderoso, serve para as limitar, manipular, acomodar, castrar e dar poder aos bandidos.
De qualquer maneira isto começa só para o ano?! então a sugestão é criar-se um blogue chamado "Insulte o fisco enquanto ainda é de borla"... já se sabe que, em Portugal, de borla até injecções na língua, quanto mais isto e não só aproveitamos para o fazer já pelos anos que aí virão (que nos darão sobejas razões para tal), como poderemos depois mandar o endereço para as diferentes delegações da associação da gatunagem, os chamados bairros fiscais (há que ir aproveitando já, enquanto se pode, obrigado por esta oportunidade), com um único comentário: "para v/ conhecimento! (seu bando de filhos da puta)", com o parênteses em letra branca sobre fundo branco, não vão os mentecaptos gatunos ofenderem-se.